Palmeiras marca aos 49 e bate Paysandu de virada

Alviverde aumenta vantagem na ponta da tabela, agora com 7 pontos na frente da Chapecoense

GABRIEL MELLONI, Agência Estado

17 de agosto de 2013 | 18h33

SÃO PAULO - O

O JOGO

O primeiro chute foi do Palmeiras, que tentou com Charles de fora da área. Mas foi o Paysandu quem levou perigo no começo. Aos 12 minutos, Djalma recebeu pelo lado direito, foi à linha de fundo e rolou para trás para Vanderson, que bateu de primeira, cruzado, à direita de Fernando Prass.

Mais dois minutos, e o time paraense chegaria ao primeiro gol. Pablo puxou contra-ataque, tocou para Marcelo Nicácio e recebeu na frente, dentro da área. De primeira, tocou na saída do goleiro e marcou. O Palmeiras só respondeu aos 22 minutos, quando Luis Felipe bateu falta para grande defesa de Marcelo.

Apesar do lance de perigo, o lateral fazia partida ruim defensivamente e dava muitos espaços pelo lado esquerdo do ataque do Paysandu. Era por lá que os visitantes tentavam chegar ao segundo gol, sempre nos contra-ataques. Aos 24 minutos, Pablo invadiu a área e foi derrubado por Vilson. O árbitro Gilberto Rodrigues Castro Junior não marcou pênalti e ainda deu cartão amarelo ao jogador.

O Palmeiras tinha dificuldade para passar pela forte marcação do Paysandu e só conseguia chegar em chutes de longe. Isso até os 46 minutos, quando a equipe teve sua principal chance no primeiro tempo. Mendieta fez grande jogada pela esquerda, passou pelo zagueiro e tocou para Leandro. Quase na pequena área, o atacante bateu e exigiu grande defesa de Marcelo.

O técnico Gilson Kleina voltou do vestiário com o Palmeiras mais ofensivo, com o meia Felipe Menezes no lugar do volante Charles, mas a alteração surtiu pouco efeito e o Palmeiras seguia sem conseguir infiltrar na defesa adversária. Para piorar, Vilson sentiu o joelho e teve que deixar o gramado, para a entrada de Tiago Alves.

O jogo parecia um treino de ataque contra defesa e aos 12 minutos o Palmeiras levou perigo. Juninho encontrou Mendieta dentro da área, o paraguaio dominou e foi travado na hora da batida. No rebote, Felipe Menezes bateu cruzado, de esquerda, rente à trave. Foi o suficiente para incendiar a torcida.

Com o passar do tempo, a pressão foi aumentando e Marcelo aos poucos se transformava no grande nome da partida. Aos 16 minutos, Mendieta arriscou da entrada da área e o goleiro fez grande defesa. Mas foi o Paysandu que marcou. Aos 20 minutos, Yago Pikachu fez bela tabela com Iarley e, de frente para Fernando Prass, teve tempo para dominar e tocar por cobertura.

A desvantagem fez o Palmeiras se lançar ainda mais ao ataque e Leandro perderia boa oportunidade aos 26 minutos, após cruzamento da esquerda. Dois minutos depois, o time da casa diminuiu. Luis Felipe recebeu pela direita, cortou para a perna esquerda e cruzou. Alan Kardec subiu mais que a zaga e cabeceou no contrapé de Marcelo.

O gol inflamou a partida, mas aos 33 minutos o futebol deu lugar a uma briga generalizada entre os jogadores. Como resultado, o zagueiro Fábio Sanches, do Paysandu, e o meia Wesley, do Palmeiras, acabaram expulsos. Cinco minutos depois, o Palmeiras chegou ao empate. Após cruzamento da esquerda, a zaga do Paysandu afastou e Mendieta, de primeira, pegou bem, de fora da área.

Empolgado, o Palmeiras foi para cima e foi recompensado com o gol da vitória nos acréscimos. Aos 49 minutos, Mendieta cobrou falta para a área, Marcelo saiu mal do gol e socou a bola nas costas de Henrique. Ela voou e encontrou Leandro, que cabeceou para marcar.

FICHA TÉCNICA

PALMEIRAS 3 X 2 PAYSANDU

PALMEIRAS - Fernando Prass; Luis Felipe, Vilson (Tiago Alves), Henrique e Juninho; Márcio Araújo (Ronny), Charles (Felipe Menezes), Wesley e Mendieta; Leandro e Ananias. Técnico: Gilson Kleina.

PAYSANDU - Marcelo; Yago Pikachu, Diego Bispo, Fábio Sanches e Pablo; Vanderson (Esdras), Ricardo Capanema, Djalma e Eduardo Ramos; Iarley (Raul) e Marcelo Nicácio (Tallys). Técnico: Arturzinho.

GOL - Pablo, aos 14 minutos do primeiro tempo. Yago Pikachu, aos 20, Alan Kardec, aos 28, Mendieta, aos 38, e Leandro, aos 49 minutos do segundo tempo.

CARTÕES AMARELOS - Pablo, Djalma, Marcelo, Vanderson (Paysandu).

CARTÕES VERMELHOS - Wesley (Palmeiras); Fábio Sanches (Paysandu).

ÁRBITRO - Gilberto Rodrigues Castro Junior (PE).

RENDA - R$ 565.115,00.

PÚBLICO - 18.850 torcedores.

LOCAL - Estádio do Pacaembu, em São Paulo (SP).

Tudo o que sabemos sobre:
futebolSérie BPalmeirasPaysandu

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.