Palmeiras marca no fim e garante vaga na Libertadores

Não faltou emoção ao torcedor palmeirense na noite desta quarta-feira. Jogando em Santiago, no Chile, e precisando vencer para evitar a eliminação na Copa Libertadores, o Palmeiras contou com um golaço de Cleiton Xavier nos minutos finais para derrotar o Colo Colo por 1 a 0 e garantir a vaga na fase mata-mata da competição continental. A vitória deixou o time em segundo no Grupo 1, com dez pontos, enquanto a equipe chilena ficou em terceira e está fora do torneio.

RAFAEL BRAGANÇA, Agencia Estado

30 de abril de 2009 | 00h25

A liderança da chave ficou com o Sport, que venceu a LDU por 3 a 2, de virada, em Quito. O clube pernambucano somou 13 pontos e terminou como um dos melhores times da primeira fase. Já o Palmeiras vai encarar nas oitavas-de-final uma equipe que fez campanha superior. Desta maneira, joga o primeiro confronto na semana que vem, em casa, e decide a vaga às quartas longe do Palestra Itália, na partida de volta. O adversário palmeirense ainda será definido nesta quinta-feira, com o término da fase de grupos.

Em um jogo muito complicado, o Palmeiras perdeu boas oportunidade no primeiro tempo - as duas melhores com Keirrison -, mas caiu de produção na etapa final. Para piorar, o técnico Vanderlei Luxemburgo, que escalou o time titular com o volante Souza e o lateral-direito Wendel como novidades, ainda viu Pierre se machucar no segundo tempo e Marcão ser expulso. Já aos 42 minutos, quando Diego Souza também tinha saído por mal-estar, Cleiton Xavier acertou um belo chute de longe e definiu a classificação do Palmeiras.

O JOGO - Desde o início a missão do Palmeiras já prometia ser complicada nesta quarta-feira. Antes mesmo do apito inicial, a torcida do Colo Colo já gritava muito no Estádio Monumental, confiante por seu time precisar apenas de um empate para se classificar. Com toda essa pressão, o Palmeiras começou o jogo acuado em Santiago, se esforçando para não tomar sufoco.

Retendo mais a posse de bola, o Colo Colo deu o primeiro susto no Palmeiras aos quatro minutos. Carranza apareceu na cara do gol e bateu cruzado para marcar, mas Danilo deu um carrinho e salvou. No entanto, o lance já estava parado por impedimento. Mesmo ainda vendo o time chileno ficar mais com a bola, a equipe brasileira também começou a procurar o seu gol.

Antes do jogo, o técnico Vanderlei Luxemburgo dizia que o objetivo principal era não tomar gols no primeiro tempo. Mas o Palmeiras começou a criar boas oportunidades e até poderia ter ido para os vestiários com a vitória parcial. Aos 13 minutos, Armero desceu pela esquerda e cruzou rasteiro para Cleiton Xavier. O meia deu um carrinho e mandou para fora.

As coisas ainda melhoraram para o Palmeiras logo depois, quando o meia Torres, tido como o maestro do Colo Colo, deixou o campo lesionado. Sem um dos seus principais jogadores, o time chileno viu a equipe palmeirense ameaçar em duas oportunidades, ambas com Keirrison. Primeiro, o atacante recebeu passe de Wendel e bateu forte, da entrada da área, acertando o travessão. Depois, já aos 28, aproveitou o bom passe por elevação de Diego e Souza e chutou cruzado, desta vez mandando na trave.

O troco do Colo Colo veio aos 33 minutos. O atacante Lucas Barrios dominou na frente da área e bateu rasteiro, fazendo a bola passar perto do gol, com o goleiro Marcos só observando. Aos 44, nova chance do time chileno foi criada quando Figueroa conseguiu a cabeçada, após levantamento na área. A finalização, porém, foi nas mãos de Marcos. Já no último lance do primeiro tempo, Keirrison apareceu bem na frente, mas pegou mal na hora do chute e mandou para fora.

Depois de conseguir a meta de não sofrer gols no primeiro tempo, Luxemburgo decidiu voltar com o time mais ofensivo para a etapa final. Precisando de um gol para evitar a eliminação, o Palmeiras retornou com o atacante Willians no lugar do lateral-direito Wendel. Mas a alteração na surtiu o efeito desejado. Ao contrário, a equipe caiu de produção, já que Willians pouco ajudava o ataque.

Ainda no início do segundo tempo, Pierre torceu o tornozelo direito e parecia não poder continuar. Mesmo assim, tentou insistir no sacrifício e ainda evitou o gol do Colo Colo aos 13 minutos, depois que Barrios desviou na frente do gol e a bola parou no peito do volante. Logo após, não deu mais para Pierre, que saiu para a entrada de Evandro. Nos minutos seguintes, o Palmeiras ainda perdeu o zagueiro Marcão, que recebeu dois cartões amarelos na sequência e foi expulso.

Com um a menos, o Palmeiras passou a buscar o gol salvador mais na base da vontade do que da técnica. Quando conseguia chegar perto do gol adversário, o time brasileiro tentava povoar a área do Colo Colo, na tentativa de aproveitar uma possível sobra de bola. Aos 37 minutos, Diego Souza ainda sentiu um mal-estar e deixou o campo para a entrada do paraguaio Ortigoza. A desvantagem numérica não impediu o time brasileiro de ir para o abafa no fim.

Depois que Willians já tinha criado boa chance, mas parado no goleiro Muñoz, e Maurício Ramos havia cabeceado o escanteio da esquerda com perigo, mas para fora, o gol finalmente saiu aos 42 minutos do segundo tempo. O meia Cleiton Xavier, que até então não tinha brilhado na partida, chamou a responsabilidade para si, fez jogada individual na intermediária e arriscou o chute de longe. O arremate saiu certeiro, com Muñoz ainda desviando, mas não o suficiente para evitar o gol, a classificação palmeirense e a eliminação do Colo Colo em pleno Monumental.

Ficha Técnica:

Colo Colo 0 x 1 Palmeiras

Colo Colo - Muñoz; Figueroa, Mena, Riffo e Salcedo; Sanhueza, Melendez (Jara), Rodrigo Millar e Torres (Caroca); Lucas Barrios e Carranza (González). Técnico: Gualberto Jara.

Palmeiras - Marcos; Maurício Ramos, Danilo e Marcão; Wendel (Willians), Pierre (Evandro), Souza, Cleiton Xavier e Armero; Diego Souza (Ortigoza) e Keirrison. Técnico: Vanderlei Luxemburgo.

Gol - Cleiton Xavier, aos 42 minutos do segundo tempo.

Árbitro - Carlos Torres (Paraguai).

Cartões amarelos - Rodrigo Millar, Caroca e Figueroa (Colo Colo). Willians e Maurício Ramos (Palmeiras).

Cartão vermelho - Marcão (Palmeiras).

Renda e público - Não disponíveis.

Local - Estádio Monumental David Arellano, em Santiago, no Chile.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.