Palmeiras minimiza fim da campanha 100% no Paulistão

Na próxima rodada, time de Kleina enfrenta o rival Corinthians

Daniel Batista, O estado de S.Paulo

09 de fevereiro de 2014 | 20h21

SÃO PAULO - O empate em 1 a 1 com o Audax neste domingo, no Pacaembu, fez o Palmeiras perder a campanha 100% no Campeonato Paulista justamente na partida que antecede o clássico com o Corinthians. Mas jogadores e comissão técnica garantem que isso não tem problema algum, já que a invencibilidade jamais foi motivo de celebração entre eles.

"Nunca teve jogador falando que a preocupação era ficar 100%. Isso foi coisa que o torcedor e a imprensa começaram a falar. A gente sabia que não ia conseguir vencer todas as partidas no Paulista. O importante é ganhar quando for preciso", disse o meia Valdivia.

O técnico Gilson Kleina acredita que o fato de ter a semana livre para trabalhar vai ajudar na preparação para o clássico com o Corinthians e também para manter a equipe focada depois do empate deste domingo. "A gente não tem o pensamento de se manter 100%. Vamos buscar o melhor e cada jogo tem seu grau de dificuldade. Essa semana será boa para conversar e ter equilíbrio."

O clássico do próximo domingo já é assunto no Palmeiras. Gilson Kleina não se ilude com o fato de o seu time viver um momento muito melhor do que o do Corinthians. "Já disputei clássico em que estávamos bem e perdemos e vice-versa. Nesses jogos pouco importa seu momento na temporada."

Um dos destaques do jogo diante do Audax, Valdivia também aproveitou para dar uma alfinetada em seus companheiros de ataque. O chileno pediu mais tranquilidade na finalização. "Não devemos ter esse desespero para fazer gol. Às vezes, é melhor levantar a cabeça e ver o companheiro melhor colocado e isso faltou."

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.