Washington Alves
Washington Alves

Palmeiras monitorava Egídio antes da contusão de João Paulo

Lateral chega para o lugar de João Paulo, machucado

Daniel Batista, O Estado de S.Paulo

31 de março de 2015 | 11h30

Palmeiras agiu rápido e logo depois da lesão de João Paulo já acertou com o lateral-esquerdo Egídio, antes mesmo de alguns concorrentes fazerem proposta. Na verdade, já existia um interesse do clube pelo jogador e as conversas só foram aceleradas após ele conseguir rescindir contrato com os ucranianos.

De fato, a lesão de João Paulo "ajudou" na negociação, mas não foi o fator preponderante para o acerto. Mesmo se o lateral não tivesse sofrido a lesão, Egídio teria grandes chances de chegar, mas seria para a disputa do Campeonato Brasileiro.

Mattos trabalhou com Egídio no Cruzeiro, nos títulos do Campeonato Brasileiro de 2013 e 2014. Inclusive, em Minas, muita gente acusa o dirigente de ter feito um acordo com o atleta para que ele fizesse uma ponte no futebol ucraniano só para chegar ao Alviverde, algo que todos os lados negam.

O Palmeiras, inclusive, deve ter novidades para a disputa do Brasileiro. A tendência é que alguns jogadores que não agradaram o treinador possam ser negociados, mas a intenção é promover poucas alterações no time. 

Tudo o que sabemos sobre:
PalmeirasFutebol

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.