Palmeiras não abre mão do Palestra Itália na Libertadores

Apesar dos recentes problemas com a torcida, os jogadores do Palmeiras não abrem mão de usar o Estádio Palestra Itália no primeiro jogo do duelo com o São Paulo pelas oitavas-de-final da Copa Libertadores, quarta-feira, às 19h15, com transmissão do SporTV. A Conmebol ainda não definiu o local do jogo, mas os ingressos deverão começar a ser negociados na segunda-feira.?Se existe um favorito é o São Paulo, por ser o atual campeão do mundo. Mas se trata de um clássico e confio no poder de recuperação do nosso time?, disse Pedro Santilli, auxiliar do técnico Emerson Leão.Palmeiras e São Paulo se enfrentam pela quarta vez na história da Libertadores. O domínio é todo do time do Morumbi, que, em seis jogos, venceu cinco e empatou um. Além disso, marcou nove gols e sofreu dois.Fora o retrospecto negativo, o Palmeiras ainda está em crise com sua torcida, o que fez a diretoria do clube pensar na possibilidade de tirar os jogos do time do Palestra Itália. Mas, agora na Libertadores, jogar em casa pode ser uma vantagem.?É a chance dos jogadores reverterem esta situação. Tenho a certeza de que o Palmeiras voltará a ser o time vencedor de outros momentos?, afirmou Santilli.

Agencia Estado,

21 de abril de 2006 | 20h01

Tudo o que sabemos sobre:
libertadores

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.