Célio Messias
Célio Messias

Palmeiras não empolga, mas vence o Comercial e continua 100% no Paulista

Apesar de ter vencido as duas, Palmeiras esta em 2.º no Grupo D, atrás do Bragantino

Demétrio Vecchioli, Agência Estado

23 de janeiro de 2014 | 22h57

RIBEIRÃO PRETO - Mesmo ainda mostrando sintomas da falta de tempo para a pré-temporada, o Palmeiras conquistou, nesta quinta-feira, a sua segunda vitória no Campeonato Paulista. Jogando fora de casa, em Ribeirão Preto, marcou duas vezes no primeiro tempo, ainda teve um gol anulado, e ganhou do Comercial por 2 a 0, em jogo válido pela segunda rodada do Estadual. No segundo tempo, descansou.

Como havia ganhado do Linense na estreia, o Palmeiras foi a seis pontos, no segundo lugar do Grupo D, atrás do Bragantino no saldo de gols. No Grupo A, o Comercial é o penúltimo, ainda sem ter somado pontos. No domingo, a equipe alviverde visita o Atlético em Sorocaba, enquanto a equipe de Ribeirão vai até Bragança Paulista.

O JOGO

O Palmeiras começou o jogo com uma novidade em campo (Lúcio, que fazia sua estreia) e duas no banco (Marquinhos Gabriel e William Matheus, recém-contratados). Mas quem abriu o placar foi um velho conhecido: Juninho. Aos 13 minutos, o lateral aproveitou sobra após cruzamento da direita, bateu de virada, e fez 1 a 0.

O Comercial arriscava mais chutes a gol, sem que isso levasse perigo ao gol de Fernando Prass. O Palmeiras, quando chegava, era para marcar. Aos 20, após cobrança de escanteio, Henrique cabeceou e Serginho mandou para dentro. O árbitro anulou, por impedimento, mas três jogadores do Comercial davam total condição ao palmeirense.

Quando o segundo tempo chegou à metade, o Palmeiras ampliou seu domínio. A equipe visitante quase ampliou num chute rasante de Alan Kardec, que passou raspando a trave. A precisão que o atacante não teve, porém, sobrou para Wesley que, aos 37, arriscou de longe e mandou no canto, sem chances para o goleiro Julio Sergio, ex-Roma.

Disposto a vencer em casa, o Comercial voltou mais agressivo para a segunda etapa. Faltava, porém, calibrar o pé. Invariavelmente os chutes alvinegros iam para fora. Foi assim com Marcus Winícius, Cassiano Bodini (depois de um lindo drible em Wendel) e Rodrigo Jesus. Quando a bola teve alvo certo, Fernando Prass não teve muito trabalho.

FICHA TÉCNICA:

COMERCIAL 0 X 2 PALMEIRAS

COMERCIAL - Julio Sergio; Grafite (Leandrinho), Reniê, Edimar e William Simões; Xaves, Marcus Vinicius, Cacá (Leandro Oliveira) e Cassiano; Marcelo Toscano e Macena (Rodrigo Jesus). Técnico - Toninho Cecílio.

PALMEIRAS - Fernando Prass; Wendel, Lúcio, Henrique e Juninho (William Matheus); Renatinho (França), Marcelo Oliveira, Serginho e Wesley (Felipe Menezes); Mazinho e Alan Kardec. Técnico - Gilson Kleina.

GOLS - Juninho, aos 13, e Wesley, aos 37 minutos do primeiro tempo.

ÁRBITRO - Welton Orlando Wohnrath.

CARTÕES AMARELOS - Marcus Vinicius.

RENDA E PÚBLICO - Não disponíveis.

LOCAL - Estádio Palma Travassos, em Ribeirão Preto (SP).

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.