Arquivo/AE
Arquivo/AE

Palmeiras não esconde pressão por vitória no clássico

Time ainda não venceu sob o comando de Luiz Felipe Scolari e no domingo pega o Corinthians

NATHALIA GARCIA, estadão.com.br

26 de julho de 2010 | 13h25

SÃO PAULO - Luiz Felipe Scolari voltou e o Palmeiras ainda não venceu sob seu comando. Para os jogadores, nada melhor que um clássico no Campeonato Brasileiro para acabar com a má fase e agradar o novo técnico. No domingo, o time encara o Corinthians, no Pacaembu, sem esconder a pressão pela vitória.

Veja também:

linkFelipão exalta evolução do Palmeiras   

SÉRIE A - tabelaClassificaçãolistaResultados

"Contra o Corinthians é um jogo diferente. Sem dúvida, é um sentimento especial por se tratar de um clássico", disse o atancante Kléber, no desembarque de Fortaleza. "O Palmeiras vem crescendo ao longo da competição e chegou a hora de provar."

 

Desde que Felipão voltou, foram três jogos: derrota para o Avaí (4 a 2) e empates contra Botafogo (2 a 2) e Ceará (0 a 0). Mas o comandante terá pelo menos um problema para escalar o time que enfrenta o Corinthians. O zagueiro Léo foi expulso no último jogo e cumpre suspensão automática.

 

Além do desfalque de Léo, Marcos ainda não tem condições de atuar. O goleiro sentiu uma antiga dor no joelho esquerdo e sequer viajou com o time para Fortaleza. O reserva Bruno Deola torce pela recuperação do companheiro, mas se diz pronto para o grande jogo.

 

"Espero que esteja tudo bem como o Marcos até domingo. Se ele não puder jogar, é claro que estarei preparado. Sei que será um jogo difícil", disse Deola.

 

Enquanto o arquirrival Corinthians é o líder do Brasileirão com 24 pontos, o Palmeiras ocupa a 10.ª colocação, dez pontos atrás. A partida de domingo tem acompanhamento online do estadão.com.br, a partir das 16 horas.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.