Cristiane Mattos
Cristiane Mattos

Palmeiras não quer saber de 'lição' em nova derrota no Brasileiro

Mesmo com bom 2º tempo, jogadores não veem pontos positivos

O Estado de S. Paulo

09 Agosto 2015 | 18h59

Mesmo com o bom segundo tempo apresentado pelo time do Palmeiras na derrota para o Cruzeiro neste domingo, os jogadores palmeirenses não querem saber de ver pontos positivos na partida. Na segunda derrota consecutiva da equipe no Campeonato Brasileiro a palavra chave na saída de campo foi não se conformar com resultados ruins para retomar logo o caminho das vitórias.

"Não fica nada de positivo em uma derrota assim", disse o goleiro Fernando Prass. "Não podemos nos conformar. Não tem esse discurso que perdeu na hora certa", afirmou o jogador. O time, que fez um primeiro tempo abaixo da média da equipe, mostrou um futebol diferente no segundo tempo, conseguiu o empate, mas viu o time mineiro fazer o segundo gol aproveitando uma bola perdida no meio de campo da equipe paulista.

Na última rodada, em casa, o Palmeiras foi derrotado pelo Atlético-PR diante de uma torcida de mais de 38 mil pessoas. Nesta, enfrentou um adversário que vinha de três jogos sem vencer, com dois empates e uma derrota.

Mesmo o autor do gol palmeirense, o argentino Cristaldo, não pareceu feliz após o apito final. Seu gol foi apenas 19 segundos depois de ter entrado em campo. "Foi um gol muito rápido, mas infelizmente não serviu para nada, só para a história".

Na próxima rodada o Palmeiras continua longe de seus domínios. O adversário fora de casa será o Coritiba, atual lanterna do Campeonato Brasileiro.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.