Palmeiras negocia retorno de Júnior

O lateral-esquerdo Júnior poderá retornar ao Palmeiras para disputar o Campeonato Brasileiro no segundo semestre. A negociações entre o clube paulista e o Parma, que detém os direitos federativos do jogador, já foram iniciadas e existe a possibilidade de que o negócio seja concluído nos próximos dias. Uma pessoa ligada ao presidente Mustafá Contursi garantiu que Júnior, convocado para defender a seleção brasileira na Copa do Mundo, ficaria no Palestra Itália até o final do ano, por empréstimo. A contratação de Júnior conta com o aval do treinador Vanderlei Luxemburgo, com quem já trabalhou no Palestra Itália. O Parma também não irá dificultar a liberação do lateral, que marcou o gol do título da Copa da Itália na decisão contra a Juventus, na semana passada. A negociação seria feita nos mesmos moldes da que envolveu o meia Alex, emprestado de graça pela equipe italiana ao Palmeiras no primeiro semestre. O clube paulista se encarregaria apenas de pagar os salários do jogador.A situação de Arce, que está servindo a seleção paraguaia, segue indefinida. Mustafá Contursi confidenciou a amigos que não irá renovar o contrato do jogador, que vence no dia 30 de junho, mesmo que ele aceite reduzir drasticamente seu salário, que hoje chega a quase R$ 150 mil mensais. A partir de julho, o lateral será dono do passe e ficará livre para negociar com quem quiser.O atacante Christian afirmou que não pretende retornar ao Bordeaux após o Supercampeonato Paulista. "Minha preocupação não é o dinheiro. Quero permanecer no Palmeiras para o segundo semestre. Já fiquei sete anos na Europa, é o suficiente", avisou ele.Christian foi intimado pelo clube francês a se reapresentar no dia 20 de junho. "Os dirigentes franceses me mandaram duas cartas, mas não vou largar o Brasil para trabalhar em um local onde me sinto deslocado."

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.