Fabio Menotti / Agência Palmeiras
Fabio Menotti / Agência Palmeiras

Palmeiras oficializa Luan e assina com o zagueiro até março de 2022

Jogador lembra que recebeu conselhos de Fernando Prass no início de sua carreira

Estadao Conteudo

06 de abril de 2017 | 13h18

Um dia após se despedir do Vasco, o zagueiro Luan foi oficializado como o mais novo reforço do Palmeiras. O clube paulista explicou que o jogador, de 23 anos, assinou um contrato válido até o final de março de 2022. Luan, campeão olímpico pela seleção brasileira em 2016, foi adquirido por R$ 10,2 milhões e declarou que está realizando um sonho com a chegada ao Palmeiras.

"Estou feliz demais, realizando um sonho. Estou muito motivado, quero ajudar e evoluir aqui na Sociedade Esportiva Palmeiras. O torcedor pode esperar que está chegando mais um torcedor que vai retribuir dentro de campo", disse, ao site oficial do Palmeiras.

Luan também fez elogios ao sistema defensivo do Palmeiras e aos agora concorrentes na luta pela titularidade no clube, casos de jogadores como Vitor Hugo, Mina e Edu Dracena. "Estou chegando de peito aberto, cabeça boa, com o coração fervendo e louco para jogar e dar alegrias à torcida. Farei de tudo para manter a defesa do Palmeiras como uma das melhores do Brasil".

No Palmeiras, Luan vai reencontrar vários jogadores que foram seus companheiros no Vasco ou na seleção. O principal deles é, sem dúvida, o goleiro Fernando Prass, a quem o zagueiro demonstrou carinho ao relembrar os seus primeiros passos no futebol, no Vasco.

"O Prass foi um pai pra mim. Tinha 18 anos quando comecei a jogar no profissional, e ele sempre me dava conselhos e me ajudava muito. Já o reencontrei jogando contra e na Seleção Olímpica, mas agora, novamente ao lado dele, quero continuar evoluindo. Tive com o Vitão (Vitor Hugo) e com o Dudu na seleção agora e já trabalhei também com o Alecsandro e com o Antônio Carlos", afirmou.

Luan também revelou ter conversado com o atacante Gabriel Jesus, campeão brasileiro pelo Palmeiras no ano passado e hoje no Manchester City, sobre a sua transferência. "O Gabriel Jesus é um irmão, conversei com ele há uns três, quatro dias, e ele me falou: ‘vai, vai que você será muito feliz no Palmeiras’. Eu já não tinha dúvidas, mas, depois disso, foi só carimbar, concluiu.

O novo reforço do Palmeiras só atuou profissionalmente pelo Vasco, time onde conquistou os títulos do Campeonato Carioca de 2015 e 2016, ano em que também foi campeão olímpico.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.