Evelson de Freitas/Estadão
Evelson de Freitas/Estadão

Palmeiras paga direitos de imagem atrasados de 2012

Presidente Paulo Nobre se viu obrigado a quitar a dívida que vinha do antecessor Arnaldo Tirone

Daniel Batista, Agência Estado

25 de outubro de 2013 | 16h48

SÃO PAULO - A diretoria do Palmeiras acertou o pagamento de direitos de imagem atrasados aos jogadores. A dívida estava pendente desde o ano passado, quando o clube ainda era regido por outra diretoria, e vinha sendo quitada aos poucos. Nesta sexta houve o acerto da última parte do valor prometido. Mesmo sem ter atrasado salários em 2013, o presidente Paulo Nobre se viu obrigado a quitar a dívida que vinha de seu antecessor, Arnaldo Tirone. No ano passado, o então mandatário do clube acabou acumulando três meses sem o pagamento dos direitos de imagem aos atletas, sendo que nesta sexta ocorreu o acerto do terceiro mês.

A quitação agradou o técnico Gilson Kleina, que ressaltou a confiança na diretoria. "Receber sempre é bom. Mas se tem uma coisa que não preocupa no Palmeiras é esta parte financeira, porque tem crédito. Eles sempre fizeram o que foi acordado e não tínhamos essa preocupação, por estar nas mãos de pessoas competentes", disse. O pagamento pode incentivar ainda mais os jogadores neste sábado, na partida que pode recolocar o Palmeiras na elite do Campeonato Brasileiro. Líder disparado da Série B, a equipe paulista precisa apenas de um empate contra o São Caetano, no Pacaembu, para garantir o acesso antecipado.

Tudo o que sabemos sobre:
futebolPalmeirasdireitos de imagem

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.