Palmeiras: Palaia admite saída de Sérgio

O diretor de futebol do Palmeiras, Salvador Hugo Palaia, admitiu, nesta sexta-feira, que o goleiro Sérgio está fora dos planos do time para a próxima temporada. ?Ele não tem mais possibilidades de jogar no Palmeiras. Quando faltavam dois jogos para o final do Brasileiro, o procurador dele me procurou e fez um pedido absurdo para renovar. Não tem mais jeito?, disse o dirigente, em entrevista à Rádio Jovem Pan. Sérgio, que sempre lutou com Marcos pela titularidade na equipe, deixa o Palmeiras após sete temporadas consecutivas no clube. Antes, já havia defendido o time de Palestra Itália de 1992 a 1994 e de 1996 a 1997. Outro que está deixando o Palmeiras é o meia Diego Souza, que, segundo Palaia, não correspondeu ao que o treinador Emerson Leão queria neste Brasileiro. ?Há uma proposta do exterior. Existe uma possibilidade de negociação e ele precisa respirar novos ares?, afirmou o dirigente. Palaia confirmou a data da apresentação oficial do atacante Edmundo, contratado na semana passada. ?Será no dia 27. Só falta definir o horário. O Edmundo está louco para vestir a camisa do Palmeiras novamente?, contou o diretor, que quer apresentar o lateral-direito Paulo Baier, ex-Goiás, no mesmo dia que Edmundo. O dirigente revelou ainda que o Palmeiras esteve próximo de contratar o meia Ricardinho, do Internacional. ?Estava tudo acertado com ele. Mas tinha uma cláusula que o Inter poderia cobrir alguma proposta e isso foi feito. Como não entramos em leilão, ele ficou fora de cogitação?, disse.

Agencia Estado,

16 de dezembro de 2005 | 12h44

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.