Palmeiras: Palesta vai virar alçapão

Dois jogos seguidos no Palestra Itália, ambos com Juninho e Marcinho. Ainda festejando a classificação à segunda fase da Libertadores, o Palmeiras fechou questão, nesta sexta-feira, quando se preparava para receber o Paraná Clube, domingo, às 18h10, pelo Brasileiro: o clássico com o São Paulo, na quarta, será na casa palmeirense, apesar da recomendação contrária da Polícia Militar.?O objetivo é prestigiar nossa torcida, nosso patrimônio. O parque é nosso verdadeiro alçapão. Vamos fazer dele o nosso predador de adversários?, afirma o gerente de Futebol, Ilton José da Costa, valendo-se do regulamento da Libertadores, que diz que todo estádio com capacidade mínima de 20 mil torcedores pode ser usado na competição. ?O Palmeiras vai fazer prevalecer seus direitos. É vontade da direção, da comissão técnica e dos jogadores.?Nos últimos jogos, o Palmeiras vem disponibilizando 23.500 ingressos. Para maior segurança, a PM pode reduzir a capacidade para 20 mil. Segundo o diretor de Futebol do clube, Salvador Hugo Palaia, o bom senso indica que o jogo seja no Palestra, com 10% dos ingressos para os são-paulinos, como também estipula o regulamento. ?Depois, o segundo jogo é no Morumbi, também com 10% para os palmeirenses. Não estamos fazendo jogo de braço com ninguém. O Palmeiras é grande demais para receber imposições. Estou trabalhando com o bom senso?, diz Palaia.O técnico Paulo Bonamigo tenta manter a concentração dos jogadores para o jogo de domingo, e desconversa. ?Não vou ficar falando para não criar um bicho-papão. O monstrinho já é grande...?VOLTANDO - A surpresa nesta sexta-feira no CT do Palmeiras foi a presença de Magrão. Inicialmente liberado apenas para a segunda-feira, após a fratura na face sofrida no amistoso entre Brasil e Guatemala, há 17 dias, o volante iniciou treinos físicos e pode jogar na quinta rodada do Brasileiro, contra o Cruzeiro, dia 22. Questionado se poderia jogar já contra o São Paulo, Magrão negou, mas defendeu que a partida seja no Palestra Itália. ?Jogo como esse todo mundo quer jogar, mas tenho que pensar primeiro na minha saúde. O Parque é nossa casa. O Morumbi não é campo neutro, é o campo do São Paulo. Eles jogam lá toda semana.?Se Magrão volta, Léo e Adriano Chuva saem. O meia foi emprestado até o fim do ano ao Villa Nova e Chuva, liberado após fim de contrato, acertou com o Sport Recife.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.