Gabriel Tadiotto/ EC Juventude
Gabriel Tadiotto/ EC Juventude

Palmeiras para na defesa do Juventude, empata e vê Atlético-MG abrir vantagem no Brasileirão

Equipe alviverde sofre gol cedo, busca igualdade, mas não consegue virar partida no Allianz Parque

Raphael Ramos, O Estado de S.Paulo

03 de outubro de 2021 | 20h32

Com um time misto após garantir vaga na final da Libertadores, o Palmeiras teve muita dificuldade diante do Juventude, neste domingo, e o empate por 1 a 1 no Allianz Parque reduziu consideravelmente a força da equipe na briga pelo título do Campeonato Brasileiro. O Palmeiras soma 39 pontos, dez a menos do que o líder Atlético-MG. A vantagem para o Flamengo, terceiro colocado, é de apenas um ponto, mas o adversário da final da Libertadores tem dois jogos a menos no Nacional.

O jogo começou a ficar complicado para o Palmeiras logo aos cinco minutos, quando o Juventude abriu o placar com Guilherme Castilho, que contou com um leve desvio na barreira para enganar Weverton na cobrança de falta.

Em vantagem, o time gaúcho se fechou ainda mais na defesa e tinha a sua vida facilitada pelo ataque do Palmeiras, que era muito lento nas jogadas de transição e não conseguia surpreender o adversário. Mas, uma jogada de bola parada garantiu o gol de empate.

Após cobrança de escanteio de Gustavo Scarpa pela esquerda aos 28, o goleiro saiu mal, a bola passou por Luiz Adriano e chegou até Danilo, que dominou na pequena área e mandou para o fundo da rede.

No segundo tempo, o jogo continuou muito parecido com os 45 minutos iniciais: Juventude bem fechado no campo de defesa e o Palmeiras rodando a bola sem criar ou pressionar. Abel Ferreira mexeu bastante no time, com as entradas de Gabriel Veron, Felipe Melo e Dudu, nas vagas de Luiz Adriano, Zé Rafael e Wesley, respectivamente, mas as jogadas de bola parada continuaram sendo a principal arma do time. Aos 23, por exemplo, Gustavo Scarpa cobrou falta direto para o gol e acertou a trave.

Nos minutos finais, o Palmeiras passou a jogar de forma desorganizada em busca da virada. Até o zagueiro paraguaio Gustavo Gómez subiu para o ataque, sem sucesso. Nem mesmo a entrada de Deyverson no lugar de Danilo fez com que a equipe levasse perigo ao Juventude e o Palmeiras teve de contentar-se com o empate.

FICHA TÉCNICA
 
PALMEIRAS 1 X 1 JUVENTUDE
 
PALMEIRAS: Weverton; Gabriel Menino, Gustavo Gómez, Kuscevic e Jorge (Piquerez); Danilo (Deyverson), Zé Rafael (Felipe. Melo) e Scarpa; Rony, Luiz Adriano (Gabriel Veron) e Wesley (Dudu). Técnico: Abel Ferreira.
 
JUVENTUDE: D. Friedrich; Michel, Quintero, V. Mendes e W. Matheus; Jadson, Dawhan e G. Castilho (Wescley); M. Vinicios, Roberson (F. Pacheco) e Capixaba (Didi). Técnico: Marquinhos Santos.
 
GOLS: Guilherme Castilho, aos 5, e Danilo, aos 28 do 1º T.
 
JUIZ: Marcelo de Lima Henrique (RJ).
 
CARTÕES AMARELOS: Dudu e  Jadson.
 
LOCAL: Allianz Parque.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.