Palmeiras: Pedrinho dá susto no treino

A queda de Pedrinho em meio ao treinamento, nesta quinta-feira, após sofrer uma pancada na face interna do joelho esquerdo, foi só um susto. Logo após o atendimento no próprio gramado, o jogador voltou a treinar e está com sua escalação garantida para o jogo de domingo, contra o Botafogo do Rio, às 18h10, no Parque Antártica.O médico Aldo Guida tranqüilizou: "Por precaução, o jogador será reavaliado nesta sexta-feira, mas ele está bem e não deverá ser problema para domingo. Tanto é que voltou na mesma hora para o treino e não reclamou de mais nada até o final."A outra boa notícia do departamento médico diz respeito a Leonardo Silva. Dois problemas ameaçavam a escalação do zagueiro: uma fissura no nariz e um entorse de grau leve no joelho esquerdo. Depois de ter sido poupado no coletivo de quarta-feira, o jogador só deveria voltar a treinar na sexta. Como a evolução foi acima das expectativas, ele treinou normalmente nesta quinta e deve enfrentar o Botafogo."Talvez eu tenha de jogar com uma proteção no nariz", revelou o próprio Leonardo. "Como há uma fissurazinha, eles (os médicos) acham melhor eu jogar com uma proteção nasal. Não sei se atrapalha ou não, porque nunca usei essa proteção. Acho bom, porque no treino levei uma bolada no nariz e voltou a sangrar. Melhor prevenir."Boas também são as informações vindas do departamento técnico. De acordo com o gerente de Futebol Ilton José da Costa, o lateral Baiano deve mesmo fazer a sua reestréia o domingo. A parte final da documentação do atleta deve chegar ainda nesta sexta à CBF, a tempo de que o atleta seja inscrito no Campeonato Brasileiro. "Está tudo sob controle para que o Baiano possa estrear no domingo", sintetizou José da Costa.O técnico Paulo Bonamigo continua acreditando na total recuperação da equipe na competição. Apesar da derrota inesperada para o Paysandu, em Belém, quando o time levou dois gols em seis minutos, o treinador gostou do desempenho palmeirense. Contrariando o que pensa a maioria dos conselheiros e torcedores, o problema maior não é a defesa. Bonamigo disse que "o que mais me preocupa é o ataque. Não estamos conseguindo matar o jogo. No geral, porém, eu gostei do time contra o Paysandu."No jogo contra os cariocas Bonamigo não terá Daniel, Lúcio e Marcinho Guerreiro, suspensos pelo terceiro cartão amarelo. Em compensação, Alceu e Sérgio Gioino retornam ao time. O desafio do time palmeirense não é nada fácil: somar nove pontos nos próximos três jogos na capital paulista - Botafogo, Corinthians e Fortaleza. Um tropeço domingo pode derrubar o treinador.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.