Palmeiras: Pedrinho é o sexto desfalque

O Palmeiras pode terminar a 14.ª rodada do Campeonato Paulista, amanhã, a apenas um ponto da zona de rebaixamento. Após boa série de cinco jogos invicto, entre o Estadual e a Taça Libertadores, o time não vence há três partidas e, nesta quarta à noite, tenta se reabilitar da derrota para o rival Corinthians, sofrida no domingo, sem mais de meio time titular. O adversário é o América, em São José do Rio Preto, às 20h30. São seis os desfalques palmeirenses. O goleiro Marcos e o volante Magrão apresentaram-se hoje à seleção brasileira, para as próximas duas rodadas das Eliminatórias da Copa da Alemanha. O zagueiro Gláuber e os laterais Correia e Lúcio cumprem suspensão. O primeiro foi expulso no clássico, o segundo levou o terceiro amarelo também contra o Corinthians e o terceiro, expulso há dez dias contra a Portuguesa, acabou punido por mais este jogo pelo Tribunal de Justiça Desportiva. As cinco baixas eram previstas, mas, hoje, o médico do clube, Vinicius Martins, anunciou a sexta: Pedrinho. O meia-atacante levou um pisão no pé esquerdo do zagueiro corintiano Sebá e pode desfalcar o time inclusive no próximo sábado, contra o Marília, no Palestra Itália. Pedrinho, após noventa dias parado por outra contusão, havia retornado ao time no início do mês e reconquistado o posto de titular. O novo problema, porém, não é grave e o meia deve ser liberado para jogar na próxima semana. O técnico Candinho minimiza os desfalques e diz que não há crise no Palestra Itália. "Contra o Santos, também tivemos problemas, não pudemos contar com Magrão e Diego Souza, e conseguimos vencer", afirma. Para ele, a liderança do Grupo 4 da Libertadores - que pode ser perdida no dia 7, quando enfrentam-se Cerro Porteño e Deportivo Táchira - é o melhor sinal de que, apesar dos tropeços no Paulista, o time vai bem.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.