Werther Santana/Estadão
Werther Santana/Estadão

Palmeiras perde a terceira decisão seguida nos pênaltis dentro do Allianz Parque

Eliminações nas penalidades também ocorreram no Paulistão de 2018 e Libertadores de 2017

Dani Arruda, especial para o Estado, Estadao Conteudo

07 de abril de 2019 | 19h10

O Palmeiras acumulou, diante do São Paulo, neste domingo, pelas semifinais do Campeonato Paulista, a terceira derrota consecutiva nas cobranças de pênaltis sofridas diante do seu torcedor, no Allianz Parque.

Na decisão do Campeonato Paulista no ano passado, o Palmeiras perdeu a taça para o Corinthians. Após vencer o rival em Itaquera por 1 a 0, perdeu pelo mesmo placar o confronto de volta no sei estádio. Nas penalidades, o time corintiano triunfou por 4 a 3. Na ocasião, Cássio defendeu as cobranças de Dudu e Lucas Lima.

Em 2017, pelas oitavas de final da Copa Libertadores, foi a vez de o Barcelona de Guayaquil eliminar o Palmeiras nos pênaltis. Na primeira partida, no Equador, a equipe da casa venceu por 1 a 0. O clube brasileiro devolveu o placar no seu estádio, mas foi derrotado nos pênaltis por 5 a 4. Bruno Henrique e Egídio desperdiçaram as cobranças.

Desta vez, o revés palmeirense ocorreu após dois empates por 0 a 0 nas semifinais do Paulistão, sendo o primeiro no Morumbi e o segundo na arena alviverde.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.