Palmeiras perde, mas se classifica para Libertadores

Equipe é superada por 1 a 0 pelo Botafogo no Palestra, mas é beneficiada por tropeço do Flamengo

Rafael Vergueiro, estadao.com.br

07 de dezembro de 2008 | 19h26

Mesmo sem vencer o Botafogo, o Palmeiras garantiu neste domingo uma vaga na próxima Copa Libertadores. Em partida disputada no Palestra Itália, o time paulista perdeu por 1 a 0 para o time carioca, mas contou com o tropeço do Flamengo diante do Atlético-PR em Curitiba (5 a 3) para terminar em quatro lugar no Campeonato Brasileiro. Veja também:Luxemburgo revela que Martinez deixará PalmeirasSão Paulo é campeão brasileiro pela 6.ª vez na históriaAtlético-PR goleia o Flamengo e se mantém na Série ACruzeiro goleia Portuguesa e está na Copa Libertadores Brasileirão 2008 - Classificação Brasileirão 2008 - Resultados Dê seu palpite no Bolão Vip do Limão O clube paulista terminou o Brasileirão com 65 pontos, um na frente do Flamengo, quinto colocado e primeiro time fora da zona da Libertadores. O Palmeiras não participava do principal torneio entre clubes da América do Sul desde 2006, quando foi eliminado nas oitavas-de-final pelo São Paulo. Por ter ficado em quarto lugar, a equipe paulista não entrará diretamente na fase de grupos da Libertadores e terá que disputar uma partida eliminatória para garantir esta vaga. Com a vitória, o Botafogo terminou o Campeonato Brasileiro terminou a competição em sétimo lugar, com 53 pontos, e vai disputar a próxima Copa Sul-Americana em 2009. No confronto deste domingo contra o Botafogo, o Palmeiras não fez uma boa exibição. Com isso, a torcida vibrou mais com os gols do Atlético-PR diante do Flamengo em Curitiba, anunciados pelo placar eletrônico, do que com o que aconteceu dentro de campo.Palmeiras0Marcos; Maurício    , Jéci (Denílson) e Gustavo    ; Fabinho Capixaba, Pierre    , Sandro Silva (Jumar), Evandro (Tiago Cunha) e Leandro; Diego Souza e KleberTécnico: Vanderlei LuxemburgoBotafogo1Renan; Emerson    , André Luís, Edson     (Luciano Almeida    ) e Alessandro; Leandro Guerreiro, Túlio Souza, Lúcio Flávio (Jougle) e Triguinho; Wellington Paulista (Alexandro    ) e Lucas SilvaTécnico: Ney FrancoGols: Wellington Paulista, aos 4 minutos do segundo tempoÁrbitro: Héber Roberto Lopes (Fifa/PR)Estádio: Palestra Itália, em São Paulo (SP)Faltou criatividade ao Palmeiras para chegar perto da área botafoguense. No primeiro tempo, a melhor chance do time dirigido por Vanderlei Luxemburgo aconteceu aos 8 minutos. Na cara do gol, Kleber bateu fraco e permitiu bela defesa do goleiro Renan, que colocou a bola pela linha de fundo.O Botafogo também se arriscava no campo de ataque e teve em Lúcio Flávio seu principal articulador. Aos 39 minutos, após bate e rebate dentro da área, ele chutou de três dedos e acertou o travessão. ETAPA FINALOs botafoguenses entraram mais ligados no segundo tempo e abriram o placar logo aos quatro minutos. Lúcio Flávio fez boa jogada e cruzou na cabeça de Wellington Paulista, que desviou, sem chance de defesa para Marcos.Em desvantagem no marcador, o Palmeiras partiu para cima do adversário e teve oportunidades de empatar, mas os atacantes do time mandante não estavam em uma boa tarde. Aos 12 minutos, Kleber teve outra chance sem marcação, na cara do gol, mas esbarrou novamente em Renan.Luxemburgo tentou mudar o panorama da partida ao colocar em campo Denílson e Tiago Cunha, mas as alterações surtiram pouco efeito. Irritada com o desempenho do time, a torcida chegou a vaiar alguns jogadores. De forma desorganizada, o Palmeiras buscou o gol até o último minuto, mas pouco assustou o Botafogo. Aos 39 minutos, Renan atento fez bela defesa com os pés. Apesar da derrota e de terem atuado mal, no apito final do árbitro os jogadores puderam comemorar a classificação para a Libertadores.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.