Sergio Castro/Estadão
Sergio Castro/Estadão

Palmeiras pode atuar fora do Allianz Parque na final do Paulistão

Morumbi tem a preferência dos torcedores palmeirenses

O Estado de S.Paulo

27 de março de 2017 | 17h55

Caso o Palmeiras chegue na decisão do Campeonato Paulista, o presidente Maurício Galiotte já admite a possibilidade de ter de atuar novamente fora do Allianz Parque. Na véspera da final, marcada para 7 de maio, o anfiteatro do estádio será usado para o show do Sting, mas a desmontagem do palco impediria o local de receber o jogo.

"O que nos preocupa mais é que nós temos, caso a gente chegue às finais do Paulista, o segundo jogo em casa. Infelizmente não poderemos contar com a arena", disse Galiotte, no domingo, em entrevista à TV Gazeta.

O Allianz Parque também será palco dos shows de Justin Bieber (nos dias 1 e 2 de abril) e de Elton John (no dia 6), além de passar por uma troca completa de gramado. Assim, nas quartas de final, o Palmeiras receberá o Novorizontino no Pacaembu. A previsão é de que a nova grama esteja em condições de uso no dia 12 de abril, quando o time enfrenta o Peñarol pela Copa Libertadores.

"Nós temos um contrato com a WTorre. Eles programam os shows durante o ano e, caso ocorra a coincidência, nós temos de deixar a arena. Isso está no papel, nós assinamos (contrato de 2010). Podemos tratar com a parceira? Podemos. Mas isto está assinado", acrescentou o presidente.

Para a possível final, alguns palmeirenses foram às redes sociais pedindo que o jogo seja no Morumbi.

Tudo o que sabemos sobre:
FutebolPalmeiras

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.