Palmeiras pode ficar sem Marcinho

O Palmeiras corre o risco de ficar sem o atacante Marcinho no jogo contra o São Paulo, nesta quarta-feira, no estádio Palestra Itália, pelas oitavas-de-final da Libertadores. Afinal, ele foi expulso quando ainda defendia o São Caetano, na última edição da Copa Sul-Americana, e poderá ter que cumprir a suspensão justamente agora.Marcinho recebeu o cartão vermelho no jogo do dia 22 de setembro do ano passado, quando o São Caetano foi eliminado pelo São Paulo na Copa Sul-Americana. Foi, portanto, a sua última participação num torneio da Conmebol, entidade que também organiza a Libertadores.A diretoria do Palmeiras se mobiliza para colocar Marcinho em condições legais de jogo. Mesmo porque, ele é a contratação mais cara do clube nos últimos anos - foram US$ 2,5 milhões por 50% do passe - e grande reforço para a Libertadores.Na visão do Palmeiras, Marcinho tem condições de jogo. ?O artigo 39 da código disciplinar da Fifa determina que um atleta punido deve cumprir a pena na própria competição, no caso na Copa Sul-Americana?, defendeu o assessor da presidência do clube, Antônio Carlos Corcione.O dirigente revelou que o supervisor do clube, Ílton José da Costa, está cuidando do caso e chegou a falar com o vice-presidente da Conmebol, Eugênio Figueiredo, que teria garantido condições de jogo para Marcinho. ?De qualquer forma, para evitar problemas, pedimos um documento por escrito.? A previsão de Corcione é de que a resposta definitiva da Conmebol chegue na manhã desta quarta-feira. Eugenio Figueiredo, por sua vez, pediu ao Palmeiras os documentos de Marcinho e garantiu que dará um parecer definitivo até às 10 horas.O problema é que o artigo 14.1 do regulamento da Copa Libertadores diz: ?Se as sanções previstas no artigo anterior não foram cumpridas total ou parcialmente no mesmo certame em que foram aplicadas, a correspondente penalidade continuará vigente, até sua total extinção, no seguinte torneio de clubes da Conmebol.?Por isso mesmo, o caso é polêmico. Ildo Nejar, delegado da Conmebol no Brasil, disse nesta terça-feira à noite, no Rio, que Marcinho pode jogar. O argumento: ?São competições diferentes, ele está legal?. Luiz Zveiter, presidente do STJD, não foi tão incisivo quando procurado: ?Acho que pode jogar, mas preciso ler direito o regulamento.?Enfim, o Palmeiras saberá apenas nesta quarta-feira se poderá contar com Marcinho, o que esquenta ainda mais o clima do clássico com o São Paulo. Se ele não jogar, a opção do técnico Bonamigo deve ser o atacante Osmar.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.