Palmeiras pode perder Vágner para a Sub-20

O técnico Marcos Paquetá, da seleção brasileira sub-20, pode provocar um rebuliço no Campeonato Brasileiro da Série B se convocar nesta terça-feira o atacante Vágner, do Palmeiras, para a disputa do Mundial da categoria, nos Emirados Árabes Unidos, entre 27 de novembro e 19 de dezembro. A apresentação dos jogadores será na próxima segunda-feira. Se Vágner estiver na relação, deve desfalcar o Palmeiras em três partidas - nas últimas e decisivas rodadas do quadrangular final da Série B. Paquetá dissera várias vezes que o artilheiro do clube paulista era uma de suas principais armas para a competição. O treinador participou de várias reuniões nesta segunda-feira à tarde na sede da Confederação Brasileira de Futebol (CBF) para tratar do assunto. Primeiro com o coordenador das categorias de base da entidade, o ex-jogador Branco. Depois, com o supervisor Américo Faria. Por fim, conversou com o técnico da seleção principal, Carlos Alberto Parreira. O mais importante, no entanto, estava por vir após todos esses encontros: a lista de Paquetá teria de passar pelo crivo da presidência da CBF. ?Vai precisar ter o aval dos superiores daqui?, disse o técnico da sub-20, que recentemente conquistou o Mundial sub-17, na Finlândia. ?Estamos fazendo todas as filtragens possíveis, tentando minimizar o efeito nos clubes?, continuou ele, para, em seguida, admitir que as reclamações serão inevitáveis. ?Vi ter chiadeira sim, não sei de que forma vamos poder negociar.? Paquetá mesmo salientou que eventuais convocados dos clubes que disputam o título da Série B desfalcariam suas equipes ?em três jogos decisivos?. Américo Faria afirmou que desconhecia algum pedido formal de clubes para dispensa de atletas no complemento da lista - em 28 de outubro, Paquetá convocou dois atletas que atuam no exterior para compor o grupo do Mundial: o lateral-direito Daniel, do Sevilla, e o zagueiro Alcides, do Shalke, da Alemanha. Nesta terça, serão chamados os 18 atletas restantes. ?Quem pode falar sobre esses critérios da sub-20 é o Branco?, disse Faria, pouco antes de se reunir com Paquetá e o ex-jogador. A reunião com Parreira foi motivada pelo interesse das duas seleções em ter à disposição pelo menos um atleta: Diego, do Santos. Embora Vágner desperte mais atenção, o meia Diego Souza, também do Palmeiras, e o atacante Leandrão, do Botafogo, são outros nomes bem cotados para integrar a equipe nos Emirados Árabes Unidos. O Mundial terá 24 seleções, divididas em seis grupos de quatro. O Brasil estréia em 28 de novembro, contra o Canadá. Dia 1º de dezembro, enfrenta a República Checa e encerra sua participação na primeira etapa jogando com a Austrália, dia 4. Todas essas partidas serão disputadas na cidade de Dubai. Classificam-se para a segunda fase duas seleções de cada grupo e as quatro melhores terceiras colocadas. O Brasil já foi três vezes campeão mundial sub-20: em 1983 (México), 1985 (União Soviética) e 1993 (Austrália).

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.