Cesar Greco/Ag. Palmeiras
Cesar Greco/Ag. Palmeiras

Palmeiras pode superar número de vitórias como visitante de todo 2017

Clássico com o Corinthians é chance para o clube aproveitar bom momento fora de casa e passar marca do ano passado

Ciro Campos, O Estado de S. Paulo

12 Maio 2018 | 07h00

Uma possível vitória sobre o Corinthians, neste domingo, pelo Campeonato Brasileiro, valeria mais um feito para o Palmeiras coroar o bom momento. O resultado positivo na arena alvinegra seria o 13º triunfo como visitante na temporada, superando a quantidade alcançada ao longo de todo o ano passado. Em 33 ocasiões, foram 12 vitórias, mesmo número já alcançado até agora em 15 confrontos em 2018.

+ Carille afirma que empate será 'maravilhoso' para o Palmeiras

+ Roger Machado faz lobby pela convocação de Marcos Rocha

A possibilidade de superar um dos atributos da temporada anterior motiva o time. O Palmeiras considera viver uma fase positiva e bastante adequada para reencontrar o rival para quem perdeu o título estadual. "Vivemos um bom momento. Sabemos que às vezes oscilamos, então seria natural. Atualmente, estou bem satisfeito com o rendimento do time", disse o técnico Roger Machado.

Nesta temporada o Palmeiras tem aproveitamento de 84% como visitante, o maior do século para o clube. O time obteve recentemente o feito inédito de acumular três vitórias seguidas fora de casa por três competições diferentes, ao ganhar do Alianza Lima, pela Copa Libertadores, do Atlético-PR, pelo Campeonato Brasileiro, e derrotar o América-MG, pela Copa do Brasil.

O bom aproveitamento fora dos domínios contrasta com tropeços como mandante, onde o Palmeiras tem aproveitamenteo de cerca de 61%. "Nosso time entendeu como se joga fora e compreendeu a diversidade de cada jogo. Os times adversários, tentam pressionar e nós, como temos jogadores, rápidos, técnicos e habilidosos, que precisam de espaço, encontramos facilidade para atacar", explicou Roger.

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.