Ernesto Rodrigues/AE - 08/10/2012
Ernesto Rodrigues/AE - 08/10/2012

Palmeiras pode ter quatro desfalques contra o Flamengo

Os machucados João Denoni, Henrique, Patrick Vieira e Correa podem ficar de fora do jogo em Volta Redonda

DANIEL BATISTA, O Estado de S. Paulo

12 de novembro de 2012 | 09h57

SÃO PAULO - Além da derrota para o Fluminense, o Palmeiras deixou Presidente Prudente com quatro jogadores machucados e que são dúvidas para o jogo contra o Flamengo, domingo, em Volta Redonda, pela 36.ª rodada do Campeonato Brasileiro: Henrique, João Denoni, Patrick Vieira e Correa. A situação que parece mais preocupante é de João Denoni.

O volante revelado pelo clube deslocou a clavícula após cair de mal jeito durante a partida e desfalca a equipe por duas semanas. Com isso, ele teria chances de voltar apenas na última rodada, contra o Santos, na Vila Belmiro.

Henrique saiu com suspeita de fratura na costela após choque com o goleiro Bruno, mas ainda durante a partida fez exames em um hospital em Presidente Prudente e nada grave foi constatado. Mesmo assim, ele não tem presença confirmada para o confronto contra o Flamengo.

Já Patrick Vieira torceu o tornozelo, deixou Presidente Prudente com uma proteção no pé esquerdo e mancando muito. Será reavaliado na terça-feira. E Correa teve fortes dores na panturrilha, mas não deve ser problema para domingo.

O técnico Gilson Kleina acredita que tantas contusões acabaram atrapalhando o time. "Quando a fase está ruim, só os nossos caras se machucam. Terminamos o jogo com praticamente três a menos. Talvez o cara se machuque porque o estresse é muito grande em cima de nós", analisou o treinador.

O elenco palmeirense chegou em São Paulo na madrugada de domingo para segunda, por volta da 1 hora e a reapresentação está marcada para terça-feira.

Tudo o que sabemos sobre:
futebolBrasileirãoPalmeiras

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.