Cesar Greco / Palmeiras
Cesar Greco / Palmeiras

'Palmeiras precisa ter consistência, senão não consegue caminhar', diz Luxemburgo

Técnico contava com vitória contra o Botafogo para se aproximar do Atlético-MG na tabela do Brasileirão; e também pede reforços à diretoria

Redação, Estadão Conteúdo

08 de outubro de 2020 | 08h24

O técnico Vanderlei Luxemburgo lamentou muito não ter vencido o Botafogo no Rio. O treinador do Palmeiras contava com o triunfo fora de casa para entrar na briga pela liderança do Brasileirão. Para ele, o time tem de ser consistente se quiser algo grande na competição. "Precisa ter mais consistência, equilíbrio em todos os jogos para poder caminhar no Brasileirão, um campeonato muito difícil", disse o técnico. "Não dá para ter rendimento muito bom em dois jogos e vir aqui embaixo. É inadmissível", reclamou.

Foi a rimeira vez que o treinador pegou no pé de seus jogadores em público.

O Palmeiras vinha de boas vitórias contra Bolívar e Ceará e o plano era encostar de vez no Atlético-MG. O líder tropeçou - derrota por 2 a 1 para o Fortaleza - e os paulistas podiam estar somente dois pontos atrás. Manteve a distância em cinco e caiu para o quinto lugar. "Era importante chegar aos 25 pontos, a gente encostaria lá em cima. Estamos no bolo, mas tínhamos de ter entrado com um espírito de decisão. Para estar na ponta precisa de consistência, senão não consegue caminhar", comentou.

Luxemburgo quer concentração nos 90 minutos do clássico com o São Paulo, sábado, com o time jogando um futebol bem diferente do apresentado no Engenhão. "Foram dois tempos distintos, um primeiro tempo horrível, não compactamos, não encontramos a equipe e o Botafogo envolveu a gente. Não existiu aproximação", diagnosticou. "No segundo tempo, fomos para cima. Com mudanças, colocando (Gustavo) Scarpa, forçando com Veron e Lucas Lima. Podíamos ter empatado, mas não vamos culpar o William. Equipe jogou bem o segundo tempo a partir dos 15 minutos, o Jaílson não fez nenhuma defesa, eles só se fecharam. Precisamos de um comportamento diferente em jogos decisivos e esse era um."

Luxemburgo gostou do time dos 30 minutos finais, em que buscou uma regularidade. Ele pode alterar a escalação diante do São Paulo. A meta é não voltar a vacilar e desperdiçar pontos. O treinador também pediu reforços para a diretoria. Disse que o Palmeiras tem competições importantes e precisa de mais qualidade no elenco.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.