Palmeiras prevê dificuldade no clássico com o Santos

O Palmeiras venceu duas partidas consecutivas, abriu cinco pontos de vantagem sobre o vice-líder Goiás e parece ter embalado no Campeonato Brasileiro. Apesar do bom momento, a equipe espera ter dificuldades no clássico de domingo contra o Santos, na Vila Belmiro, no reencontro com o técnico Vanderlei Luxemburgo.

AE, Agencia Estado

30 de setembro de 2009 | 20h50

Para o zagueiro Marcão, a derrota santista para o Atlético Mineiro, domingo, tornará o clássico ainda mais complicado. "Acho que não existe favorito em clássico. Nós sabemos que é muito complicado atuar na Vila Belmiro. As dificuldades são enormes, até porque o Santos perdeu na última rodada", afirmou.

Após concordar com o companheiro, o meia Cleiton Xavier disse apostar na motivação do elenco para derrotar o Santos. "Não existe jogo fácil quando enfrentamos um time como o Santos. É um grupo qualificado, que possui um treinador experiente e acostumado com esse tipo de partida. A atenção precisa ser redobrada num clássico, mas não nos falta motivação para tentarmos a vitória", explicou o jogador, ressaltando que a humildade será uma das armas da equipe na disputa pelo título.

"Estamos mantendo a humildade, pois só assim conseguiremos continuar lutando pela ponta. Mas não podemos deixar de lado o espírito guerreiro e corajoso que nos fez chegar até aqui", completou.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.