Divulgação/Palmeiras
Divulgação/Palmeiras

Palmeiras prevê inaugurar hotel para as categorias de base até 2021

Nova estrutura ficará em Guarulhos e servirá para acomodar mais de cem garotos

Ciro Campos, Guilherme Amaro, O Estado de S. Paulo

30 de novembro de 2019 | 04h30

O Palmeiras quer iniciar no próximo ano a construção de um novo hotel para acomodar as categorias de base do clube. O intuito do clube é terminar a obra até o fim de 2021 e deixar pronta uma estrutura completa e moderna para os cem garotos das categorias de base morarem. O novo prédio será erguido na Academia de Futebol 2, em Guarulhos, com o custo aproximado de R$ 10 milhões.

A informação sobre o projeto da obra foi revelada pelo Estado em março. O projeto para modernizar o local de treino da base é antigo. Os planos se intensificaram depois de a tragédia de fevereiro no Ninho do Urubu, do Flamengo, colocar em evidência a infraestrutura para os garotos dos times de futebol brasileiros. Logo depois do incêndio a Prefeitura de São Paulo realizou uma vistoria em todas as acomodações das equipes paulistanas e fez exigências por melhorias.

Segundo o coordenador das categorias de base do Palmeiras, João Paulo Sampaio, o projeto está bem encaminhado. "Estamos com o projeto em andamento, praticamente fechado. O escopo tudo certo. Acredito que ano que vem e no próximo a gente já inaugure esse hotel no centro de treinamentos em Guarulhos", disse o dirigente em entrevista ao Estado na última quinta-feira.

Sampaio explicou que a finalização do hotel é uma meta do atual presidente, Mauricio Galiotte. "Com certeza até o final do mandato do nosso presidente, ele vai deixar esse legado para a base e para o clube. Ano que vem tem início as obras", afirmou. O Palmeiras acomoda atualmente os garotos da base em alojamentos na região do Allianz Parque.

A base do Palmeiras trabalha em Guarulhos com uma estrutura de cinco campos de futebol, arquibancada para 500 pessoas, sala de ginástica e fisioterapia, assim como departamento médico e refeitório. Como no local ainda não há alojamento, o intuito principal do projeto é exatamente atender essa demanda e facilitar o cotidiano dos garotos, que passariam a morar onde treinam, assim como é feito com o CT de Cotia, do rival São Paulo.

Tudo o que sabemos sobre:
futebolPalmeirasGuarulhos [SP]hotel

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.