Cesar Greco/Agência Palmeiras
Cesar Greco/Agência Palmeiras

Palmeiras projeta pós-Copa de recuperação e sem priorizar um torneio a outro

Clube disputa o Brasileirão, Libertadores e Copa do Brasil e, diferente de 2017, quer levar força máxima em todos os jogos

O Estado de S.Paulo

12 Junho 2018 | 07h00

Disputando a Copa do Brasil e a Libertadores, além do Campeonato Brasileiro, o Palmeiras pretende levar força máxima para todos os jogos destes torneios depois da Copa do Mundo.

Palmeiras perde mais uma no TJD e pedirá anulação da final do Paulistão no STJD

A estratégia difere da adotada no ano passado, quando a prioridade na Libertadores fez o time perder pontos importantes no Brasileirão - em que terminou com a segunda colocação, atrás do Corinthians.

“Não dá para priorizar nada", avalia o técnico Roger Machado. "Depois da parada para a Copa, teremos uma sequência de jogos quarta e domingo. A ideia é sempre levar força máxima em todas as competições."

O treinador pondera que é necessário também dar oportunidades também a atletas que jogam menos. "Em algum momento, teremos que dar oportunidade para quem joga menos, como na Libertadores, que utilizamos e eles entraram bem."

O duelo desta quarta contra o Flamengo é uma chance de o Palmeiras terminar o Brasileirão antes da parada para a Copa entre os primeiros colocados. As equipes se enfrentam no Allianz Parque às 21h45.

"É jogo pra gente se manter na frente. O objetivo é acabar esse período pré-Copa entre as primeiras colocações. Vai ter jogado 30% do campeonato, o importante é manter ali na frente."

Mais conteúdo sobre:
Palmeiras

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.