Palmeiras promete atitude na estréia de Caio Júnior

SÃO PAULO - O técnico Caio Júnior estréia nesta quinta-feira no comando do Palmeiras, e promete que o time terá ?muita atitude, alegria e vontade de ganhar.? O adversário é o Paulista de Jundiaí, às 20h30, no Palestra Itália, pela primeira rodada do Campeonato Paulista. A expectativa dos palmeirenses é de que este ano seja bem diferente daquele que passou. É aí que entra Caio Júnior. ?No pouco tempo que o Caio está aqui com a gente já deu para perceber que ele entende. Está fazendo um bom trabalho, montando um time forte?, opina Marcos. ?Só espero que a torcida tenha paciência com ele?, emenda o goleiro, que disputa com Edmundo o posto de maior ídolo da torcida no time atual. A principal mudança, segundo o próprio treinador, está no comportamento dos jogadores. ?Quero que a torcida veja um time com vontade de ganhar?, diz Caio Júnior. ?O Marcos mesmo já disse que sente o ambiente aqui bem melhor.? As mudanças não param por aí. Salvador Hugo Palaia e Ilton José da Costa, contestados pela torcida, não fazem mais parte da diretoria. E Gilberto Cipullo, o novo homem forte do futebol - pelo menos até segunda-feira, quando acontece a eleição no clube - ainda tratou de afastar os ? perseguidos? pelos torcedores, como os dois Marcinhos, Alceu, Lúcio e Washington. Tudo isso para dar tranqüilidade ao treinador e aos jogadores que chegaram. ?E ainda haverá mais mudanças no grupo?, avisa Caio. ?Estamos avaliando jogadores.? Comissão técnica e diretoria entendem que o time, na verdade, só ficará pronto em fevereiro, quando Edmundo e a maior parte dos reforços estará liberada para jogar. Nesta quinta-feira, só Edmílson e Pierre serão titulares entre os sete contratados. O meia Caio, ex-Barueri, fica no banco. Martinez, Leandro, Cristiano e Florentín continuam só treinando, em busca do melhor condicionamento físico. ?A única coisa que vou cobrar dos meus jogadores é a função tática. Nas partes física e técnica é óbvio que não tenho como cobrar, já que tivemos só duas semanas de treino e o condicionamento está longe do ideal?, diz Caio Júnior. ?Mas apesar disso, entendo que criamos uma equipe organizada.? O esquema, segundo o técnico, é o ?3-6-1 quando estamos nos defendendo?. No ataque a história é outra. ?Quando temos a bola, não ficamos presos a esquemas para não facilitar para o adversário?, diz o treinador, de 41 anos. Osmar será o único atacante, recebendo o apoio dos alas Paulo Baier e Michael, e dos meias Valdivia e Willian. O ponto forte, segundo Caio Júnior, é a zaga. ?O Edmílson e o Pierre já se conheciam, e o Dininho se encaixou bem.? Time preparado O elenco do Paulista saiu na frente dos rivais e conseguiu a façanha de se preparar para o Estadual da Série A-1 por 30 dias. Mas, mesmo com tanto tempo aprimorar o grupo, o técnico Vágner Mancini ainda tem algumas dúvidas para escalar o time. O comandante da equipe de Jundiaí deve manter o mesmo meio-de-campo que jogou boa parte da Série B, com Rever e Fábio Gomes como volantes e Diogo e Gláucio na armação. ?Para começar o time deve ser esse. Temos uma base montada e isso será nosso diferencial no início da competição?, afirmou. Ficha técnica Palmeiras - Marcos; Dininho, Pierre e Edmílson; Paulo Baier, Marcelo Costa, Wendel, Valdivia, Willian e Michael; Osmar. Técnico: Caio Júnior. Paulista - Victor; Marco Aurélio, Marcus Vinicius, Dema e Fábio Vidal; Rever, Fábio Gomes, Gláucio e Diogo; Marcos Denner e Victor Santana. Técnico: Vágner Mancini. Árbitro - Rodrigo Braghetto. Horário - 20h30. Local - Estádio Palestra Itália, em São Paulo. TV - Pay-per-view.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.