Palmeiras promete ser ?guerreiro?

O Palmeiras retorna nesta terça-feira a Copa Libertadores e o técnico Candinho espera que o espírito da competição incorpore no time que enfrenta o Santo André, às 19 horas, no estádio Bruno José Daniel. ?Jogamos bem na Libertadores. Somos o primeiro do grupo. Contra o Santo André, vou colocar os jogadores que mais renderam na competição?, falou o treinador. A mensagem é clara: será um Palmeiras mais experiente, raçudo, brigador e que busca um resultado positivo.Líder do grupo 4, com 5 pontos, uma vitória do Palmeiras deixa o time em ótima situação no grupo, com um pé na segunda fase da Libertadores. O problema é que o Santo André precisa desesperadamente de um bom resultado. Se não vencer, o time do ABC continuará na lanterna do grupo ? tem dois pontos em três jogos. Pelo regulamento, qualificam-se os dois primeiros de cada grupo.Nesta segunda-feira, os jogadores admitiram que haviam ?desistido? do Campeonato Paulista há tempo. Com isso, aumentou a responsabilidade sobre a partida desta terça, na Libertadores. Na última rodada do Paulistão, domingo, Candinho escalou um time reserva para enfrentar o Guarani, no Parque Antártica.?Não tínhamos mais chances do título no Paulista. Entrávamos para ganhar, mas nosso foco era a Libertadores?, admitiu o atacante Osmar, que deve enfrentar seu ex-time sem compaixão. ?Me destaquei no Santo André, tenho ótimas recordações de lá, mas agora sou do Palmeiras. Precisamos da vitória e temos de tomar cuidado porque eles precisam do resultado mais do que nós?, avisou.A expectativa, afirma Osmar, é que seja uma partida tipicamente de Libertadores. ?Não importa que seja contra um time brasileiro. Jogo da Libertadores é sempre muito difícil, com muita marcação, muita disputa de bola, muita catimba. Precisamos manter a tranqüilidade e buscar o resultado?, recomendou o atacante.Candinho poderá contar com três jogadores que se recuperaram na minitemporada realizada em Itu, semana passada. Magrão, Osmar e Ricardinho estão confirmados para a partida. No gol, Marcos deve reassumir a titularidade. Nesta segunda, o goleiro não quis dar entrevistas. ?Quanto menos falo aí (com os jornalistas), mais tempo dura a minha carreira?, brincou. Pedrinho, contundido, é o único ausente. No seu lugar, entra Diego Souza. Candinho explicou a opção: ?É o único canhoto que eu tenho, com a contusão do Pedrinho. Prefiro colocar o Diego do que deixar meu time torto.?

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.