Palmeiras quer acabar com gangorra diante do Grêmio

Com o triunfo sobre o Santos, equipe voltou ao G-4; time conseguiu apenas uma vitória fora de casa

Redação,

25 de julho de 2008 | 09h18

Motivados pela vitória sobre o Santos por 4 a 2, os jogadores do Palmeiras esperam acabar com a gangorra do time dentro do Campeonato Brasileiro neste domingo, contra o Grêmio, no Olímpico. Dentro de casa, a equipe está imbatível, com seis triunfos e um empate. Já fora do Palestra Itália, o Alviverde tem apenas uma vitória.   Veja também:  Palmeiras derrota o Santos por 4 a 2 no Palestra Itália  Consenso no Santos: quarto gol no clássico matou o time  Após vitória, Vanderlei Luxemburgo quer 'deslanchar'  Bate-Pronto: O Santos afunda  Resultados e tabela do Brasileirão Série A    "Contra o Grêmio vai ser muito complicado", afirma o goleiro Marcos. "Temos de melhorar o nosso percentual, principalmente defensivo. Precisamos ser mais firmes para não tomar tantos gols, como na derrota para o Goiás. O ataque está fazendo a sua parte, mas a defesa também tem de contribuir."   "Não é porque o Grêmio fez sete contra o Figueirense que esse placar se repetirá contra a gente", explica Marcos. "Um placar desse é muito difícil. Sabemos que o ataque do Grêmio é rápido, mas a gente tem de ficar esperto."   Com a vitória sobre o Santos, o Palmeiras retornou ao G-4 do Campeonato Brasileiro. O duelo contra o Grêmio é considerado fundamental para a equipe, já que o clube gaúcho é líder da competição. "Vamos ver o que eu vou fazer contra o Grêmio", afirma o técnico Vanderlei Luxemburgo. "Os jogadores farão trabalho de recuperação muscular nesta sexta. Depois vou analisar os problemas."   Dentre os problemas de Luxemburgo está o chileno Valdivia, que recebeu o terceiro cartão amarelo nesta quinta e não poderá atuar.  

Tudo o que sabemos sobre:
PalmeirasGrêmioBrasileirão Série A

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.