Palmeiras quer acabar jejum no Paulista

Emerson Leão vibrou com a conquista da vaga na Copa Libertadores. Mas se engana quem acha que o treinador vai usar o Campeonato Paulista como laboratório. ?O Palmeiras não é campeão estadual há dez anos. Chegou a hora de conquistar este título?. Os números mostram que Leão está certo na sua cobrança. Nos últimos trinta anos, o time do Palestra Itália só foi campeão paulista três vezes: 1993, 1994 e 1996. Desempenho pífio se comparado com os dos rivais Corinthians e São Paulo, que festejaram o título em dez oportunidades. Apenas o Santos, que não é campeão estadual há 21 anos, fica atrás do Palmeiras. O time da Vila Belmiro venceu em 1978 e 1984. O Palmeiras, que liderou com folga o número de conquistas em estaduais até 1976, atualmente está quatro campeonatos atrás do Corinthians (25 a 21) e está apenas um título à frente do São Paulo (20). ?Estamos armando uma equipe para disputar todos os campeonatos em condições de disputar o título?, afirmou o diretor de Futebol, Salvador Hugo Palaia. Antes de sair de férias, o goleiro Marcos também falou da necessidade do time em voltar a ser campeão. ?Dá para sentir a ansiedade da torcida. Por tudo que ela fez este ano, merece uma alegria em 2006?. Para isso, a diretoria palmeirense promete manter os melhores jogadores da equipe, que obteve o quarto lugar no Campeonato Brasileiro. O volante Marcinho Guerreiro, apesar da proposta do Bayern de Munique, deve seguir no clube. ?Ele só sai por muito dinheiro?, disse Palaia. ?Não adianta receber três milhões de dólares. Por este dinheiro não conseguimos trazer ninguém do nível dele?. Por falar em reforços, o time do Palmeiras para a estréia no Paulista, no dia 11 de janeiro, no Palestra Itália, diante do Ituano, deverá formar com: Marcos; Paulo Baier, Daniel, Gamarra e Lúcio; Marcinho Guerreiro, Correa, Marcinho e Juninho; Edmundo e Enílton. De todos eles, o único pendente é o atacante canhoto Enílton, de 28 anos, do Juventude. ?Podemos fechar por um ano com ele ainda esta semana?, disse Palaia. O jogador tem propostas do São Paulo, do futebol japonês e de um clube dos Emirados Árabes.

Agencia Estado,

07 de dezembro de 2005 | 18h11

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.