Informação para você ler, ouvir, assistir, dialogar e compartilhar!
Estadão Digital
Apenas R$99,90/ano
APENAS R$99,90/ANO APROVEITE

Palmeiras quer acabar rápido com o Atlético Nacional

O jogo mais importante da semana para o Palmeiras é o clássico de domingo diante do Santos, na Vila Belmiro, pelo Campeonato Paulista. Por isso, os comandados de Emerson Leão querem liquidar rápido com o Atletico Nacional, da Colômbia, nesta quinta-feira, às 21h15, no Palestra Itália, pela segunda rodada do Grupo 7 da Copa Libertadores.Os jogadores palmeirenses apontam o time dos atacantes Marcelo Ramos, ex-Palmeiras, e Aristizabal, ex-São Paulo, como o adversário mais fraco da primeira fase ? Rosario Central (Argentina) e Cerro Porteño (Paraguai) completam a chave ? e preparam uma blitz para obter uma boa vantagem no placar no primeiro tempo e poder se poupar para o duelo de 72 horas depois importantíssimo para a conquista do título estadual.?Temos de pressionar desde o primeiro minuto para fazer o gol o mais cedo possível?, disse o atacante Enílton. ?É preciso se impor e atacar sempre, mas com cuidados para o contra-ataque deles?, afirmou o meia Marcinho.O zagueiro Douglas ainda não sabe quem será seu companheiro ? Valdomiro e Leonardo Silva disputam a vaga. Mas o grandalhão de 1,95 metro tem um recado para os ?rápidos? atacantes do time colombiano. ?Todo atacante veloz olha para mim e acha que pode ganhar de mim na corrida?, disse. ?Deixa eles pensarem desta forma, que eu sempre chego junto?.100 jogos - Nas demais posições, a equipe será a mesma que derrotou o Noroeste, sábado, em Bauru, por 3 a 1. Gamarra, Daniel e Juninho estão recuperados de contusão, mas só devem voltar ao time diante do Santos. Quem não esteve nesta quarta no último treino antes do jogo foi Leão.Fortemente gripado, o treinador ficou em casa em repouso. Contra o Atletico Nacional, Leão atinge a marca de 100 jogos no comando do Palmeiras. Conta-se os 55 jogos em 1989 e os 44 desde julho do ano passado. O retrospecto do técnico é positivo: 52 vitórias, 32 empates e 15 derrotas. O Palmeiras tenta a primeira vitória. Na estréia, empate sem gols com o Cerro, em Assunção.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.