Alex Silva/Estadão
Alex Silva/Estadão

Palmeiras quer ignorar provocações de jogadores do Santos

Discussões de atletas têm marcado os últimos clássicos entre rivais 

Daniel Batista, O Estado de S.Paulo

28 Novembro 2015 | 07h00

O Palmeiras joga neste domingo contra o Coritiba, pelo Campeonato Brasileiro, mas o assunto que não sai da cabeça dos jogadores é a decisão da Copa do Brasil. Algo que os palmeirenses estão se preparando para enfrentar é a provocação dos santistas, que já mostraram seu cartão de visita no primeiro clássico, realizado na Vila Belmiro.

Os palmeirenses pretendem conversar bastante sobre o assunto, para evitar expulsões ou que o time se desequilibre psicologicamente durante a partida. Dois adversários estão entre as maiores preocupações em relação a isso: Ricardo Oliveira e David Braz.

No primeiro jogo, Lucas foi expulso e houve muitas discussões. O técnico Marcelo Oliveira alertou o time para esse perigo antes do jogo, mas não surtiu o efeito esperado. 

"Todo jogo tem de ter controle emocional, não só para não cair em provocação, mas para escolher a melhor jogada. Às vezes tu não discute, mas emocionalmente não está legal, a mente manda no corpo", disse o goleiro Fernando Prass.

O goleiro é uma das "vítimas" de Ricardo Oliveira. Nos últimos jogos entre as duas equipes, eles discutiram e chegaram a trocar provocações. O atacante santista também já discutiu com Jackson, Mouche e Arouca. David Braz é outro que também se tornou impopular entre os palmeirenses.

Enquanto os titulares se concentram para a finalíssima, os reservas tentam aproveitar a oportunidade para mostrar serviço e ganhar pontos com o treinador. No domingo, o time será quase todo reserva. Lucas, suspenso da final, e Fernando Prass, devem ser os únicos titulares. O goleiro Fábio chegou a ser testado por alguns minutos.

Em treino realizado na Academia de Futebol, Marcelo Oliveira testou ontem uma formação com Juninho entre as novidades. O meia faz parte do time sub-20, mas esporadicamente treina com o elenco principal.

Cleiton Xavier está em recondicionamento físico. Fellype Gabriel se recupera de dores, após uma dividida com Julen, no treino de quinta. O zagueiro Victor Ramos foi liberado para resolver assuntos particulares e não joga amanhã. 

O atacante Gabriel Jesus apareceu no gramado sem tipoia no braço, o que reforça a possibilidade dele estar recuperado para o jogo de quarta-feira contra o Santos.

Mais conteúdo sobre:
Palmeiras Futebol Santos FC

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.