Marcio Fernandes/Estadão
Marcio Fernandes/Estadão

Palmeiras quer negociar mais cinco atletas para chegar no elenco ideal

Equipe considera que está 'muito perto' do número ideal - hoje o time tem 40 atletas

GONÇALO JUNIOR, O Estado de S. Paulo

24 de julho de 2013 | 07h25

SÃO PAULO - Após negociar dez jogadores, a diretoria do Palmeiras considera que está “muito perto” do elenco ideal em termos numéricos - o time tem 40 atletas.

“Teremos jogos duas vezes por semana e também a disputa da Copa do Brasil. Nesse contexto, estamos muito perto do ideal”, revela o diretor executivo José Carlos Brunoro.

A negociação, no entanto, tem sido lenta. Dois fatores explicam essa dificuldade para enxugar o elenco, que aumentou por causa da Libertadores e do Campeonato Paulista: o perfil dos jogadores - a maioria é jovem - e a falta de boas oportunidades no mercado. “Queremos emprestar os jovens para clubes nos quais eles possam crescer. Eles são um ativo do clube. Não é um empréstimo puro e simples”, diz Brunoro.

Desde o fim da Copa das Confederações, o Palmeiras negociou Tiago Real, Maikon Leite e Leandro Amaro (Náutico), Weldinho (Sporting, de Portugal), Kleber (devolvido ao Porto), Chico (Santo André), Emerson (Oeste), João Denoni (Oeste), Patrik (Sport) e Maurício Ramos (Al Sharjah, dos Emirados Árabes).

Tudo o que sabemos sobre:
futebolPalmeirasfutebolSérie B

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.