Palmeiras reage e muda horário de partida

Vitórias políticas do Palmeiras. A diretoria pressionou a CBF e conseguiu acabar com um grande trunfo do Sport. Em vez das 11 horas do domingo, o jogo acontecerá no sábado às 21h40. Com isso o forte calor da cidade nordestina estará amenizado. Mas quanto ao local, não houve jeito: a importantíssima partida será mesmo no acanhado Estádio Gigante do Agreste em Garanhuns, cidade a 223 quilômetros de Recife. Outra vitória foi a ausência de Vágner Love e Diego Souza da lista de jogadores que disputarão o Mundial sub-20. Eles poderão disputar as duas últimas partidas da Série B pelo clube.A pressão da diretoria do Palmeiras junto à CBF foi um pedido explícito dos jogadores. Eles não queriam atuar no domingo cedo em Pernambuco. Tinham certeza que o desgaste físico iria prejudicar o time. O elenco do Sport, mais acostumado com o calor, teria vantagem. O pedido foi feito a Jair Picerni que o repassou ao presidente Mustafá Contursi. Ele trabalhou em silêncio. Em nenhum momento ficou explícita essa vontade do Palmeiras até a noite desta segunda-feira à noite quando a CBF colocou no seu site o horário oficial do jogo.Mas de Garanhuns não houve como fugir. Mas nem o próprio time do Sport ficou feliz com a marcação da partida para a cidade natal do presidente Lula.?Eu também não estou nada satisfeito em ter de jogar em Garanhuns. O campo está muito ruim, seco. Será uma pena que uma partida tão importante aconteça em estádio desses. Mas a CBF nos tirou o mando de campo. Não dá para escolher?, afirmou Hélio dos Anjos. O jogo não acontecerá em Recife porque a Comissão Técnica do Sport invadiu o campo no jogo contra o mesmo Palmeiras no dia 11 de outubro.O estádio de Garanhuns pertence ao 7 de Setembro, clube da Segunda Divisão Pernambucana. A capacidade do estádio é de 12 mil e quinhentos pagantes, mas será autorizada a venda para 11 mil torcedores. O gramado está tão seco que a prefeitura da cidade pernambucana autorizou que até domingo sejam gastos preciosos 40 mil litros de água para irrigar o gramado tentando deixá-lo em condições de jogo.Quem foi fazer a vistoria nesta segunda-feira para a Federação Pernambucana foi Francisco Domingos. ?Não haverá o menor problema para acontecer o jogo em Garanhuns. Está confirmado e não há volta?, disse Domingos. Ele foi o responsável pelo relatório que a Federação Pernambucana enviou nesta segunda-feira à CBF. Os dirigentes do Sport queriam atuar em Caruaru. Só que a cidade fica apenas a 130 quilômetros de Recife. E não quiseram tirar a partida de Pernambuco, levando para Maceió ou João Pessoa como os responsáveis da TV Globo desejavam por haver melhor condição de televisionamento Picerni aproveitará o treinamento da semana para definir se escalará Adãozinho ou Corrêa no lugar de Marcinho suspenso. A sua preferência recai no ex-atleta do São Caetano. Adãozinho leva vantagem na experiência dos seus 35 anosComo já era previsto, Vágner Love e Diego Souza não foram convocados para a Seleção Brasileira sub-20 que disputará o Mundial nos Emirados Árabes. Eles teriam de abandonar o Palmeiras antes dos dois últimos jogos no Brasileiro da Série B.A reação dos dois foi idêntica. Eles sabiam que isso aconteceria se o Palmeiras não se assegurasse a volta à Primeira Divisão no final de semana passado. Tanto Diego Souza como Vágner Love mantiveram o discurso de que ?a classificação palmeirense é o que importa?. Os dois não podiam assumir preferência por um lado para não ficar mal com o outro.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.