Cesar Greco/Agência Palmeiras
Cesar Greco/Agência Palmeiras

Palmeiras recebe Bolívar para retomar confiança e garantir classificação na Libertadores

Time alviverde busca encerrar sequência de empates e carimbar vaga antecipada às oitavas da Libertadores

Ricardo Magatti, O Estado de S.Paulo

30 de setembro de 2020 | 05h00

O Palmeiras recebe o Bolívar nesta quarta-feira, às 19h15, com vários objetivos em mente: quer encerrar a sequência de empates na temporada, voltar a vencer no Allianz Parque, e carimbar antecipadamente a vaga às oitavas de final da Copa Libertadores. O triunfo daria mais confiança ao time de Vanderlei Luxemburgo, que vem sofrendo críticas pelo excesso de igualdades e por não conseguir desempenhar um bom futebol na temporada.

A situação no Grupo B da Libertadores é confortável. Basta ao Palmeiras somar um ponto que se classifica ao mata-mata da competição continental. A equipe lidera a chave, com 10 pontos, três a mais que o vice-líder Guaraní, do Paraguai. O Bolívar soma quatro pontos e tem chances remotas de avançar à próxima fase. Na altitude de La Paz, na Bolívia, o time alviverde venceu por 2 a 1, há duas semanas.

Embora esteja em boa condição na Libertadores, o Palmeiras tem vivido dias turbulentos. No último domingo, depois de uma batalha jurídica e nos bastidores, a equipe alviverde não conseguiu derrotar o desfacelado Flamengo, com vários desfalques por conta do surto de covid-19, e ficou no empate em 1 a 1. Com isso, somou a quarta igualdade consecutiva, considerando todos os torneios, e ampliou a turbulência.

À série negativa soma-se o futebol ruim, de pouca criatividade, apresentado recentemente e a seca de vitórias no Allianz Parque, onde a equipe de Vanderlei Luxemburgo não triunfa desde o Campeonato Paulista. O último resultado positivo em seu estádio foi em 2 de agosto, ocasião em que derrotou a Ponte Preta por 1 a 0. No Brasileirão, são quatro empates em quatro partidas atuando em sua arena.  Será o primeiro duelo do time alviverde no local pela Libertadores desde que a competição sul-americana foi retomada. 

A principal dúvida na escalação é a presença de Gabriel Veron. O jovem sofreu um entorse no tornozelo esquerdo após levar um pisão no local no duelo contra o Flamengo e deixou o campo no segundo tempo. Logo que saiu colocou gelo no local. Nas suas redes sociais, o atacante tranquilizou a torcida e disse que está bem. No entanto, ele não participou do último treinamento e não é certo que estará em campo. Se não jogar, Rony e Wesley são as opções ofensivas para atuar ao lado de Luiz Adriano.

O Bolívar deve jogar em São Paulo com o mesmo time que empatou com o Tigre por 1 a 1, na semana passada. Destaque para o meia espanhol Álvaro Rey e o atacante argentino Marcos Riquelme. Outro veterano é o titular da seleção boliviana Juan Carlos Arce, conhecido no Brasil por sua passagem pelo Corinthians, Portuguesa e Sport Recife. O angolano Ánderson Emanuel, que estreou recentemente e teve uma boa exibição na Argentina, volta a estar entre os suplentes.

FICHA TÉCNICA

PALMEIRAS X BOLÍVAR

PALMEIRAS - Weverton; Marcos Rocha, Gustavo Gómez, Felipe Melo e Viña; Patrick de Paula, Gabriel Menino e Zé Rafael; Lucas Lima, Gabriel Veron (Rony) e Luiz Adriano. Técnico: Vanderlei Luxemburgo.

BOLÍVAR - Javier Rojas; Diego Bejarano, Adriano Jusino, Luis Gutiérrez, Enrique Flores; Erwin Saavedra, Cristhian Machado, Álvaro Rey, Leonardo Vaca; Juan Carlos Arce e Marcos Riquelme. Técnico: Claudio Vivas.

ÁRBITRO - Leodán González (Uruguai)

HORÁRIO - 19h15.

LOCAL - Allianz Parque, em São Paulo.

NA TV - Fox Sports.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.