Cesar Greco/Agência Palmeiras
Cesar Greco/Agência Palmeiras

Palmeiras reconhece que teve atuação ruim contra o lanterna Paraná

Jogadores afirmam que não há desculpas para o tropeço fora de casa, mas a confiança no título ainda é grande

O Estado de S.Paulo

18 de novembro de 2018 | 21h17

Os jogadores do Palmeiras e o técnico Luiz Felipe Scolari reconheceram uma atuação ruim no empate por 1 a 1 diante do lanterna Paraná, neste domingo, em Londrina (PR), pela 35ª rodada do Campeonato Brasileiro

O empate diante do último colocado não estava nos planos de Felipão e dos jogadores. Mas a derrota do Internacional diante do Botafogo, no Engenhão, foi decisiva para que a distância de cinco pontos para o segundo colocado (agora o Flamengo) fosse mantida, restando três rodadas para o final do Campeonato Brasileiro.

“Não temos de ficar arrumando desculpas. Queríamos ter vencido. Era um jogo, teoricamente, que viemos para brigar e vencer. Poderíamos dar um passo muito grande. Infelizmente não conseguimos, tivemos dificuldade. Temos três jogos ainda e somos líderes. É focar na reta final para não cometer os erros”, analisou Bruno Henrique. 

“Não é porque jogaríamos contra um time que está desclassificado que seria fácil. Algumas pessoas são induzidas a pensar assim. Pensa quem quiser. Não foi por isso que empatamos. Foi porque não jogamos bem”, reconheceu Felipão. 

 

 

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.