Cesar Greco/Ag. Palmeiras
Cesar Greco/Ag. Palmeiras

Palmeiras reduz elenco, mas aguarda possíveis chegadas no meio do ano

Time pode chegar nesta semana a 27 jogadores, quatro a menos do que o considerado ideal pela comissão técnica

O Estado de S. Paulo

28 de maio de 2018 | 11h00

A janela do meio do ano deve ser movimentada para o Palmeiras. Nas últimas semanas o clube reduziu o elenco com negociações de jogadores, porém aguarda oportunidades de mercado para se reforçar em breve. O elenco profissional pode chegar nos próximos dias em 27 atletas, enquanto a comissão técnica considere 31 como o número ideal.

+ Palmeiras sofre sem Borja e não encontra substituto

+ Hyoran cresce e ameaça vaga de Lucas Lima no time titular

O plano é conseguir um reforço para a defesa. O diretor de futebol Alexandre Mattos esteve na Europa em março para procurar um zagueiro experiente para o elenco. Três nomes eram de grande interesse do dirigente: Jemerson, Dante e Naldo.

A equipe tem ainda 28 jogadores à disposição do técnico Roger Machado, mas deve ter a saída de Tchê Tchê para o Dínamo de Kiev, da Ucrânia, por cerca de R$ 20 milhões. O meia tem treinado separado do restante do elenco e aguarda a definição da negociação. Entre os clubes, já está acertado. Resta somente o acordo salarial do jogador com a sua nova equipe.

Antes dele, o Palmeiras teve a saída do quarto goleiro, Daniel Fuzato, que não acordou com a diretoria a renovação do contrato, além de empréstimos. O zagueiro Juninho foi para o Atlético-MG e o meia Michel Bastos reforçou o Sport. Portanto, o treinador Roger Machado trabalha atualmente com um elenco reduzido em comparação ao início do ano.

O time contou nos últimos dias com as promoções de dois garotos da base. Fernando e Papagaio, de 19 anos, foram promovidos temporariamente para suprirem a ausência de Miguel Borja. O colombiano foi convocado para a Copa do Mundo e se apresentou para compromissos com a seleção do seu país.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.