Cesar Greco
Cesar Greco

Palmeiras reencontra Eduardo Baptista e desafia retrospecto desfavorável para embalar no Brasileirão

Em Caxias do Sul, Abel Ferreira enfrenta ex-treinador do clube, que venceu mais do que perdeu contra o time alviverde

Marcos Antomil, O Estado de S.Paulo

21 de maio de 2022 | 05h00

Claudicante neste início de Campeonato Brasileiro, o Palmeiras quer aproveitar a boa vitória sobre o Red Bull Bragantino, na rodada anterior, para subir na tabela de classificação. Neste sábado, o time palestrino terá pela frente, às 19h, o Juventude, em Caxias do Sul, e reencontra seu ex-técnico Eduardo Baptista, que guarda retrospecto favorável em confrontos com o clube paulista.

Eduardo Baptista assumiu o comando do Palmeiras em 2017, substituindo o então campeão brasileiro Cuca. A missão era difícil e a sombra do ex-comandante atrapalhava a continuidade do trabalho. Na Libertadores daquele ano, liderou jogos épicos, com viradas e gols nos minutos finais, como diante de Jorge Wilstermann e Peñarol. No jogo com os uruguaios, em Montevidéu, uma briga generalizada ao fim do jogo e o desabafo do treinador geraram páginas de recordação na memória do palmeirense.

Porém, a má campanha no Paulistão - com eliminação nas semifinais para a Ponte Preta - e uma derrota na altitude Cochabamba pelo torneio continental colocam um ponto final no curto período de Eduardo Baptista no Palestra Itália. Logo voltaria Cuca para um time de grandes estrelas e contratações de peso, como Miguel Ángel Borja. O Palmeiras terminou 2017 sem títulos e sem técnico e precisou fazer mudanças para voltar a brilhar no ano seguinte.

Desde que deixou o Palmeiras, Eduardo Baptista enfrentou o ex-clube três vezes, vencendo apenas uma, pelo Mirassol, no Paulistão de 2021. No entanto, seu histórico é positivo contra o Palmeiras. Em 10 jogos, saiu vencedor de cinco e perdeu apenas três, com dois empates. Agora no Juventude, o técnico pode atrapalhar a missão do Palmeiras e tirar o time de Caxias do Sul da zona de rebaixamento.

"É um novo teste. O Palmeiras é um dos times mais fortes da América do Sul, a equipe mais completa e organizada. O torcedor não vai ver um Juventude acuado. Vamos guerrear, com coragem para buscar o resultado. O Palmeiras tem alguns momentos muito perigosos. O primeiro é a bola parada. Os últimos foram resolvidos assim. A segunda questão é sem a bola. É um time que sabe ser reativo e sair com jogadores muito rápidos, como o Dudu e o Rony", afirmou Eduardo Baptista. 

Após poupar no jogo com o Emelec, na última quarta-feira, pela Copa Libertadores, o técnico Abel Ferreira deve optar por levar o time completo ao estádio Alfredo Jaconi. O principal desfalque é Gustavo Gómez, o zagueiro paraguaio levou o terceiro cartão amarelo e não poderá jogar, após uma sequência impressionante de 16 jogos consecutivos como titular. Sem ele, a comissão técnica portuguesa deve escalar o chileno Benjamín Kuscevic, ao lado de Murilo. Com uma virose, Raphael Veiga também será ausência.

Outra estatística que estará em jogo neste sábado é referente ao período de invencibilidade do Palmeiras sob o comando de Abel Ferreira. Já são 11 jogos sem perder. A última derrota foi na estreia do Brasileirão, diante do Ceará. O clube pode igualar o recorde alcançado no início da temporada, de 12 partidas sem perder, que foi interrompido com o vice do Mundial de Clubes. Para manter o bom rendimento, o técnico lusitano se preocupa com a efetividade do time nas finalizações.

"Nós temos de ter criatividade na nossa forma de jogo coletivo, com criação de jogadas e gols. Temos várias formas de fazer: individual, bola parada, transições e ataque posicional. Eu quero é ganhar os jogos, seja da forma que for", declarou Abel Ferreira após a vitória magra sobre o Emelec no meio de semana.

FICHA TÉCNICA

JUVENTUDE x PALMEIRAS

JUVENTUDE - César; Rodrigo Soares, Vitor Mendes, Rafael Forster e William Matheus; Jean, Yuri e Óscar Ruiz; Guilherme Parede e Isidro Pitta. Técnico: Eduardo Baptista

PALMEIRAS - Weverton; Marcos Rocha, Kuscevic, Murilo e Jorge; Danilo, Zé Rafael e Gustavo Scarpa; Dudu, Wesley e Rony. Técnico: Abel Ferreira

ÁRBITRO - Marcelo de Lima Henrique (CE).

HORÁRIO - 19h.

LOCAL - Estádio Alfredo Jaconi, em Caxias do Sul.

TRANSMISSÃO - Premiere.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.