Nilton Fukuda/Estadão
Nilton Fukuda/Estadão

Palmeiras renova contrato com diretor Alexandre Mattos por três anos

Responsável pela montagem do elenco nos últimos anos, dirigente vai continuar até 2021

Gonçalo Junior, O Estado de S.Paulo

27 de novembro de 2018 | 18h41

Palmeiras acertou a renovação de contrato do diretor de futebol Alexandre Mattos por três anos na tarde desta terça-feira. O novo vínculo vale até o final de 2021 e coincide com o fim da gestão do presidente Maurício Galiotte, eleito na semana passada. A informação foi publicada inicialmente pelo jornalista Alex Muller e confirmada pelo Estado.

A renovação garante a permanência do diretor, que já havia sido sondado pelo Flamengo e tinha contrato até o mês de dezembro deste ano.  No domingo, depois da conquista do título brasileiro, na vitória por 1 a 0 sobre o Vasco, em São Januário, Mattos afirmou que poderia trabalhar no Rio de Janeiro no futuro, mas que o momento era do Palmeiras. 

"Uma honra se isso acontecer, em qualquer um dos grandes clubes. É uma honra. É óbvio que agora a felicidade fala (alto), e estou muito feliz lá (no Palmeiras)", afirmou Mattos. 

Desde 2015 no Palmeiras, o diretor de futebol soma três títulos: a Copa do Brasil do mesmo ano e duas edições do Campeonato Brasileiro (2016 e 2018). Após ser bastante criticado pelo alto número de contratações no início da sua primeira temporada, Mattos ganhou prestígio nos corredores do Palestra Itália nos anos seguintes e se consolidou como peça importante das conquistas do clube. Mattos é o elo entre a patrocinadora do clube, a Crefisa, e o Palmeiras. 

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.