Cesar Greco/Agência Palmeiras
Cesar Greco/Agência Palmeiras

Palmeiras renova patrocínio e camisa vale R$ 58 milhões

Acordo faz clube ter Crefisa e FAM como patrocinadores exclusivos

Daniel Batista, O Estado de S.Paulo

28 Janeiro 2016 | 20h57

O Palmeiras apresenta nesta sexta-feira o novo uniforme para a temporada 2016 com uma importante novidade. O time passará a ter como patrocinadores apenas a Crefisa e a FAM e o patrocínio passará a ser de R$ 58 milhões. A informação foi divulgada pelo UOL e confirmada pelo Estado.

A Prevent Senior e a Tim, que anunciam na camisa, deixam de exibir suas marcas e em troca, a financiadora e a faculdade, que são comandados pelo casal José Roberto Lamacchia e Leila Pereira, passar a ter exclusividade e a camisa se torna ainda mais valiosa, já que com as quatro empresas, o clube recebia R$ 50 milhões. Eram R$ 43 milhões da Crefisa e da FAM e mais R$ 7 milhões das outras empresas. 

Com a decisão, a financiadora e a faculdade reforçam ainda mais a parceria com o Palmeiras. No fim do ano passado, os empresários chegaram a declaram que gostariam de contratar um jogador de peso para a disputa da Libertadores, mas o presidente Paulo Nobre não se mostrou empolgado com a ideia. As empresas já contrataram Lucas Barrios, Vitor Hugo e Thiago Santos no ano passado.

O novo acordo deve selar a paz entre Paulo Nobre e Leila Pereira. Embora não admitam publicamente, a relação estava estremecida por declarações dadas pela empresária e que deixaram o dirigente palmeirense irritado. Nas últimas conversas, era o vice-presidente Maurício Galiotte quem falava em nome do clube. Além de investir no time, a Crefisa e a FAM também ajudam na reforma na Academia de Futebol.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.