Cesar Greco/Ag. Palmeiras
Cesar Greco/Ag. Palmeiras

Palmeiras revê San Lorenzo 20 anos depois de jogo que serviu como consolo

Times se encontram depois de semifinal da Copa Mercosul de 1999, vencida pelo time alviverde

Ciro Campos, O Estado de S. Paulo

02 de abril de 2019 | 11h00

O encontro entre San Lorenzo e Palmeiras, nesta terça-feira, pela Copa Libertadores, marca um reencontro entre as equipes após 20 anos. Em 1999, os dois clubes se enfrentaram pela semifinal da Copa Mercosul, em jogo que foi marcante para a equipe paulista principalmente por ter sido um consolo depois da decepção vivida na época no Mundial Interclubes.

Entre a partida de ida da semifinal, em 18 de novembro, e a volta, em 7 de dezembro, o Palmeiras deixou a América do Sul para viajar ao Japão. O elenco na época campeão da Copa Libertadores tinha compromisso em Tóquio contra o Manchester United, da Inglaterra. A final do Mundial terminou com vitória dos europeus por 1 a 0 e decepção alviverde por não ter aproveitado as diversas chances de gol criadas.

O time do técnico Luiz Felipe Scolari voltou a São Paulo depois da derrota e uma semana após o jogo com o Manchester United, tinha como compromisso justamente o San Lorenzo. Depois de perder por 1 a 0 na ida, em Buenos Aires, o Palmeiras entrou em campo com a necessidade de reverter o placar e superar a decepção pela derrota para o Manchester United.

No antigo Parque Antártica, a equipe se impôs e não deu chances para o San Lorenzo. Com dois gols de Arce e outro de Junior Baiano, o Palmeiras se classificou à decisão para enfrentar o Flamengo. Desde aquela data Palmeiras e San Lorenzo não se encontraram mais por competições ou amistosos, porém neste ano terão dois encontros válidos pela fase de grupos da Libertadores.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.