Palmeiras revela preocupação com jogadores pendurados

Cinco atletas pode ficar de fora de jogo com o Corinthians caso recebam o cartão amarelo contra o Vasco

DANIEL BATISTA, O Estado de S. Paulo

11 de setembro de 2012 | 16h09

SÃO PAULO - Na zona de rebaixamento, o Palmeiras encara os jogos contra Vasco e Corinthians como duas decisões para não transformar uma má fase em desespero. Dependendo de uma combinação de resultados, pode até deixar a zona de rebaixamento nas próximas rodadas. Mas, para tanto, terá que evitar cartões, se não quiser sofrer com mais desfalques.

Para o jogo contra o Vasco, quarta-feira, às 22h, no Rio, cinco jogadores estão pendurados com dois cartões amarelos e, se forem advertidos novamente, não jogam o clássico contra o Corinthians: Artur, Márcio Araújo, Daniel Carvalho, Obina e Luan.

Sobre o assunto, o gerente de futebol do Palmeiras, César Sampaio, disse que torce para evitar suspensões. Mas ressalta que a diretoria e a comissão técnica pouco podem fazer para evitar novos desfalques.

"Quando o jogador entra em campo, é difícil pensar nisso [levar cartões]. O que não pode acontecer é levarmos cartões de bobeira. A verdade é que todo mundo quer jogar contra o Corinthians e, se vencermos o Vasco, entraremos ainda mais fortes", disse o dirigente.

Embora Felipão não dê pista alguma do time que vai colocar em campo no Rio, os cinco atletas deverão aparecer na lista dos relacionados e têm grandes chances de jogar.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.