Palmeiras revive Série B na Copa do Brasil

Viagem longa, expectativa de jogar em um campo acanhado contra um adversário que tem na pegada o seu ponto forte e, além de tudo ?Operação Padrão? dos grevistas da Polícia Federal. O Palmeiras espera que a experiência adquirida na Série B do Campeonato Brasileiro em 2003 seja útil para garantir a vitória por dois gols de diferença sobre o São Gabriel-RS e a classificação antecipada para a próxima fase da Copa do Brasil nesta quarta-feira, às 21h45. Além do time gaúcho, um dos adversários é o cansaço, após cerca de quatro horas de viagem de avião entre São Paulo e Porto Alegre ? que incluiu fiscalização da documentação do colombiano Muñoz por se tratar de vôo internacional ? e outras quatro de ônibus até São Gabriel. ?Foi bem mais desgastante do que as viagens pela Série B do Brasileiro?, disse o atacante Vágner Love, após a chegada. A maratona não impediu que o time treinasse no fim da tarde na cidade gaúcha. A equipe titular é a mesma que enfrentou o Mogi Mirim no domingo. O goleiro Marcos, ainda contundido no polegar da mão esquerda, continua substituído por Diego Cavalieri. Uma preocupação da equipe após a análise dos vídeos do São Gabriel no Campeonato Gaúcho são as bolas aéreas, ponto fraco do Palmeiras. Mas o meia Diego Souza acredita na classificação antecipada. ?Acho que dá para ganhar por dois gols de diferença.?

Agencia Estado,

16 de março de 2004 | 18h43

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.