Werther Santana e JF Diorio/Estadão
Werther Santana e JF Diorio/Estadão

Palmeiras se inspira na estabilidade do Corinthians para buscar vitória

Times fazem clássico pelo Campeonato Brasileiro com goleiros que exemplificam os momentos diferentes vividos no ano

Ciro Campos, Daniel Batista, O Estado de S. Paulo

12 de julho de 2017 | 07h00

A grande fase de Cássio, no Corinthians, e o momento incerto de Fernando Prass, no Palmeiras, ajudam a contextualizar as campanhas feitas pelos clubes até o encontro desta quarta, no Allianz Parque, às 21h45, pelo Campeonato Brasileiro. A equipe alviverde busca a vitória para conseguir a regularidade e a confiança que caracterizam o rival, líder invicto da competição.

O atual campeão brasileiro está 13 pontos atrás do adversário na classificação, trata a vitória como alento para continuar na luta pelo bicampeonato e convive com a dúvida sobre como fazer o elenco render o dele se espera. "Temos muito a melhorar. Pela maneira como fomos campeões no ano passado, vamos ser cobrados mediante isso", disse o meia Tchê Tchê. 

Entre os problemas para o Palmeiras buscar resolver, um é a situação do goleiro Fernando Prass. Com 39 anos recém-completados, ele tem contrato somente até o fim do ano e ainda não foi procurado para renovar. A menos de seis meses para o fim do vínculo, o jogador já poderia assinar pré-contrato com outra equipe. A diretoria, por outro lado, confia na vontade dele de permanecer.

O momento atual é o oposto do vivido há um ano, quando Prass chegou a ser convocado para a seleção olímpica – foi cortado após sofrer lesão no cotovelo direito.

Enquanto isso, Cássio vive fase especial. O goleiro corintiano é um dos destaques da campanha. No jogo contra a Ponte Preta, rodada passada, chegou a pegar um pênalti batido por Lucca, e entrou na mira do técnico da seleção brasileira, Tite. 

O preparador de goleiros da seleção, Taffarel, esteve presente nos últimos dois treinos do Corinthians e conversou com o preparador do clube, Mauri Lima, para saber mais informações sobre as condições físicas de Cássio. O ex-goleiro estará no Allianz Parque nesta quarta. 

"O Cássio vem fazendo um trabalho muito bom, igual ao de 2012 e 2015. Sabemos o que ele pode render. O Taffarel vem acompanhar os profissionais de perto e acho um trabalho interessante", disse o técnico Fábio Carille. 

Nos bastidores, membros da comissão técnica comemoram a volta por cima do goleiro, que no ano passado perdeu espaço após ganhar peso. Sua avó, a quem ele era muito apegado, faleceu, o que o abalou psicologicamente.

ESCALAÇÕES

O técnico Cuca fechou o último treino do Palmeiras. A formação titular deve ter como novidade o retorno de Guerra e um time parecido ao usado no último jogo da Libertadores. Já o Corinthians, não faz mistério e leva a campo o que tem de melhor. Fagner se recuperou de um pisão no pé esquerdo e vai para o jogo.

Nesta terça, pouco mais de mil torcedores corintianos, de acordo com a Polícia Militar, compareceram ao treino para manifestar apoio aos atletas.

FICHA TÉCNICA

PALMEIRAS X CORINTHIANS

PALMEIRAS: Fernando Prass; Tchê Tchê, Mina, Luan e Juninho; Thiago Santos, Bruno Henrique e Guerra; Róger Guedes, Dudu e Willian. Técnico: Cuca.

CORINTHIANS: Cássio; Fagner, Pablo, Balbuena e Guilherme Arana; Gabriel, Maycon, Jadson, Rodriguinho e Romero; Jô. Técnico: Fábio Carille.

Juiz: Leandro Vuaden

Local: Allianz Parque

Horário: 21h45

Na TV: Globo 

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.