Daniel Teixeira|Estadão
Daniel Teixeira|Estadão

Palmeiras se prepara para não perder Gabriel Jesus após Olimpíada

Atacante é o jogador mais cobiçado do elenco alviverde

Daniel Batista, O Estado de S.Paulo

20 de maio de 2016 | 07h00

A chance de Gabriel Jesus deixar o Palmeiras no meio do ano, após a Olimpíada, parece aumentar a cada dia para a diretoria do clube. Ela já aguarda por diversas propostas pelo atacante e estuda uma forma de amenizar o prejuízo técnico. Os empresários de Gabriel Jesus querem negociá-lo em breve e por isso, têm ido constantemente para o exterior, atrás de interessados. 

Junto com eles, um representante da 9ine, empresa do ex-atacante Ronaldo, ajuda na divulgação de sua imagem e na busca por propostas. Recentemente, o empresário Cristiano Simões, que representa o atacante, esteve na Itália e em outros países da Europa para conhecer a estrutura de alguns clubes. “Não vamos olhar apenas o lado financeiro. Tem que ver a questão de adaptação e ambiente do clube”, explicou o agente. 

A visão que os dirigentes e empresários têm é que Gabriel Jesus amadureceu muito do ano passado para hoje e, se chegar uma boa proposta, ele pode aceitar. O Palmeiras tentará segurá-lo até o fim do ano.

A multa é de 40 milhões de euros (R$ 159 milhões), mas cinco clubes (Barcelona, Real Madrid, PSG, Bayern de Munique e Manchester United) podem levá-lo por apenas 24 milhões de euros (R$ 95,4 milhões). 

Notícias relacionadas
Tudo o que sabemos sobre:
Palmeiras

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.