Ivan Storti/Divulgação
Ivan Storti/Divulgação

Palmeiras se reúne com empresários de Lucas Lima e encaminha acordo

Meia está perto de trocar de clube nos próximos dias; Santos já foi notificado de pré-contrato com o Palmeiras

Ciro Campos, O Estado de S. Paulo

27 Novembro 2017 | 19h27

O Palmeiras avançou nesta segunda-feira e está perto de anunciar o meia Lucas Lima, do Santos. Durante a tarde, dirigentes do clube alviverde e representantes do jogador se reuniram para discutir detalhes do contrato e valores. O encontro deixou os envolvidos otimistas para que o acordo final seja sacramentado nesta semana, com a assinatura de um vínculo por cinco temporadas.

+ Tropeços na temporada reduzem meta de premiação do Palmeiras

+ Tabela do Campeonato Brasileiro 2017

O pai de Neymar, empresário de Lucas Lima, foi à Academia de Futebol junto com Roberto Lima, pai do atleta, e outros agentes envolvidos na negociação. A conversa era considerada até dias atrás como fundamental para encerrar a negociação. Ainda nesta tarde o Palmeiras notificou o Santos de que vai oferecer um pré-contrato ao jogador. O aviso é um procedimento comum em negociações desse tipo.

O clube da Vila Belmiro afastou o jogador na última semana após as conversas para renovar vínculo não chegarem a um acordo. Lucas Lima já não vestirá mais a camisa do time e tem contrato válido somente até o fim do ano. O Palmeiras vai aproveitar essa brecha para trazer o reforço sem precisar pagar ao antigo time, porém terá de investir em comissões e luvas aos envolvidos na negociação.

No contrato de cinco anos a ser assinado com o Palmeiras, Lucas Lima deve receber R$ 50 milhões no decorrer desse período, entre salários e premiação. O jogador já havia sido comunicado dessas condições meses atrás, mesmo antes de ser afastado pelo Santos. Do lado palmeirense, a negociação é considerada bem encaminhada e próxima de um desfecho.

O Palmeiras contratou para 2018 o zagueiro Emerson Santos, do Botafogo, e o lateral-esquerdo Diogo Barbosa, do Cruzeiro. O meia Lucas Lima deve ser o próximo reforço. A diretoria também está perto de fechar com o goleiro Weverton, do Atlético-PR.

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.