Palmeiras se reúne com Love nesta 6ª

A diretoria do Palmeiras decidiu acelerar as negociações para ter o atacante Vágner Love - hoje no CSKA Moscou, e que desde o final do ano passado negocia com o Corinthians. Dirigentes palmeirenses marcaram para esta sexta-feira o primeiro encontro com representantes do jogador para tratar do assunto. A idéia é abrir as negociações o mais rápido possível. O objetivo é antecipar-se ao assédio da MSI, a empresa parceira do Corinthians, que já teria oferecido U$ 15 milhões pelo centroavvante e que no dia 11 deste mês teria uma reunião agendada com a diretoria do clube russo, em Moscou. O empresário de Vágner Love, o ex-jogador Claudio Guadagno, confirmou a reunião com os dirigentes palmeirenses, só não diz quando será. Guadagno contou que nesta quinta-feira, recebeu um telefone do diretor de futebol do Palmeiras, Hugo Palaia. ?Ele realmente me ligou, mas ainda não está definida a data (do encontro)?, disse. "Oficialmente manifestamos interesse pela volta do Vágner Love. O Palmeiras tem dinheiro aplicado e, se houver necessidade, vai fazer uso dele. Estamos iniciando conversação. Loucuras nós não faremos, mas o Palmeiras vai montar um esquadrão para 2006", afirmou Palaia, na tarde de quarta-feira.Para fazer frente aos mais de US$ 100 mil de salário que o atacante recebe no CSKA; aos U$ 20 milhões pedidos pelo clube russo para liberá-lo e, principalmente, aos U$ 15 milhões que a MSI teria oferecido, o Palmeiras estuda uma saída alternativa. Oferece aos russos U$ 1 milhão por um empréstimo de seis meses.Guadagno assegura que Vágner não manifestou nenhuma preferência - seja pelo Corinthians ou pelo Palmeiras. ?A única coisa que ele quer é voltar para o Brasil e é nisso que estamos pensando agora. Vamos estudar as propostas que aparecerem e em cima disso vamos decidir?, afirmou o empresário, que faz um alerta. ?Quem quiser contratar o Vágner precisa falar com o CSKA?, alertou.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.