Palmeiras sente a obrigação de subir

O Palmeiras treinará a partir desta terça-feira em Extrema, em Minas Gerais, onde fará a preparação para a fase final da Série B. Mas antes de viajar, os jogadores voltaram a afirmar que têm obrigação de subir o clube para a primeira divisão do Campeonato Brasileiro."É claro que todas as equipes estarão lutando da mesma forma. Mas temos mais obrigações que todas elas. Por isso, o cuidado deverá ser redobrado para não sermos surpreendidos", afirmou Vágner Love, que retornará ao time no sábado após cumprir suspensão automática diante do Vila Nova-GO.Edmílson, seu companheiro de ataque, não é menos contundente. "Concordo com o Vágner. Por isso, já mentalizei que a partir de agora vai começar outro campeonato. Tudo o que aconteceu já passou. Nossa campanha na primeira fase não vai servir para nada se não conquistarmos uma das duas vagas para a Série A em 2004." O técnico Jair Picerni deixou claro que a pressão que o time vai sofrer a partir de agora terá de ser administrada da melhor maneira possível. "Não adianta tentar tirar o peso das nossas costas. Temos responsabilidade sim. Todos que estão aqui foram contratados para subir o time, e têm que ter consciência do que isso vai significar para a carreira de cada um." O treinador espera aproveitar os treinos em Extrema para corrigir especialmente as falhas da defesa nas jogadas aéreas. "Esses erros começaram a aparecer de seis partidas para cá. Mas não faltará tempo para corrigi-los. Disse ao grupo que a responsabilidade vai aumentar muito a partir de agora. Mas também que temos condições de melhorar."

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.