Palmeiras só empata em Mogi Mirim

O empate por 1 a 1 contra o Mogi Mirim, neste domingo, fora de casa, foi frustrante para todos no Palmeiras. A equipe, que sonhou com os três pontos durante a semana para terminar pelo menos na segunda colocação do grupo 2 e garantir o direito de jogar no Parque Antártica nas quartas-de-final do Paulistão, não soube se impor e terá de ir a Santos enfrentar a Portuguesa Santista no fim de semana. A imagem da desolação era visível no rosto do técnico Jair Picerni, abalado com o futebol burocrático exibido pelo Palmeiras neste domingo, diante de uma equipe que venceu apenas uma partida das dez que disputou no campeonato.O Mogi saiu na frente com um gol de falta de Gílson Batata, aos 22 minutos do primeiro tempo, e Magrão empatou 17 minutos depois. Depois de ressaltar na quinta-feira a força do grupo, Picerni voltou atrás. E adiantou que no confronto que vai apontar um dos semifinalistas não há favorito. ?Paulistão é isso aí, não tem jogo fácil. O resultado contra o Mogi mostrou que vencedor de véspera é coisa do passado. Futebol exige plano e infelizmente o nosso não funcionou como eu gostaria.? Em seguida, Picerni tentou, sem sucesso, convencer os jornalistas de que a vantagem de atuar em casa na próxima fase não é tão importante. ?Eu contava com essa possibilidade, mas, se não deu, paciência. Vamos decidir fora, o resultado está em aberto. A Santista conquistou grande resultado (venceu o Corinthians por 1 a 0 no Pacaembu) e, se chegou até aqui, teve méritos.?Pedrinho voltou no tempo para lembrar que ano passado, na Série B do Brasileiro, o Palmeiras venceu partidas importantes longe do Parque Antártica. ?Por que isso não pode se repetir agora??, disse o jogador.Para o meia, todas as equipes que chegaram às quartas-de-final têm chances de ganhar o campeonato. ?Detalhes farão a diferença?, avisou Pedrinho. Magrão, que diante do Mogi completou 300 partidas na carreira (168 pelo Palmeiras), recorreu a antigo ditado do futebol para mostrar o que espera agora. ?Chegou a hora da onça beber água. Vamos ter que mostrar raça diante de um time capaz.?

Agencia Estado,

14 de março de 2004 | 20h00

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.